Notícias | Dia a dia
Krejcikova tira Garcia e volta a se destacar em simples
26/05/2021 às 14h30

Ex-número 1 de duplas, Barbora Krejcikova vive a melhor fase da carreira em simples

Foto: Christelle Rewiako/Internationaux de Strasbourg
Mário Sérgio Cruz

Estrasburgo (França) - Ex-líder do ranking mundial de duplas e atual sétima colocada entre as especialistas na modalidade, a tcheca Barbora Krejcikova voltou a se destacar em simples e garantiu seu lugar nas quartas de final do WTA 250 de Estrasburgo. Krejcikova superou a francesa Caroline Garcia, ex-top 5 e atual 57ª do ranking, com parciais de 3/6, 6/2 e 6/1.

Krejcikova está com o melhor ranking de simples na carreira, ocupando atualmente o 38º lugar. Na atual temporada, a tcheca de 25 anos já foi finalista do WTA 1000 de Dubai e chegou às oitavas em Roma. Depois de ter se especializado em duplas, ela só entrou no top 100 do circuito individual no ano passado e está disposta a ir ainda mais longe. Sua próxima rival é a russa Ekaterina Alexandrova, cabeça 3 do torneio e 33ª do ranking, que venceu a jovem promessa local Clara Burel por 6/3 e 6/4.

"Acho que todas essas partidas que estou fazendo contra adversárias top são ótimas experiências, porque eu só cheguei ao top 100 no ano passado. Eu sempre quis jogar esses torneios e nesse nível, contra as melhores jogadoras, e isso está acontecendo agora", disse Krejcikova após a partida desta quarta-feira. "Antes eu jogava mais as duplas, mas me sentia pronta para atuar em simples. Estou aproveitando o fato de poder jogar nesse alto nível e lutando por cada bola. Estou subindo no ranking, mas tenho que continuar jogando bem em simples e duplas. Isso é o mais importante".

Garcia sai de cabeça erguida e avalia nova equipe

Por sua vez, Garcia lamentou as oportunidades perdidas. "Acho que o jogo foi mais equilibrado do que o placar do segundo e do terceiro sets possam parecer. O primeiro set foi muito bom para mim, eu estava sólida e aproveitei as minhas chances. Acho que eu deveria ter sacado melhor e, assim, vencido mais pontos livres, especialmente no começo do segundo set, fiz algumas escolhas táticas erradas, mas não foram erros muito grandes. E ela era adversária difícil, estava confiante e foi agressiva nos pontos importantes. Mas foi uma partida positiva para mim".

A francesa de 27 anos parou de treinar com o pai, Louis Paul Garcia, e fixou uma base de treinamento na Rafa Nadal Academy e está treinando com o experiente Gabriel Urpi. Ela falou a TenisBrasil sobre sua nova equipe. "Eu já conhecia a academia há pouco mais de um ano, e para mim fazia sentido continuar lá. É uma mudança que estou fazendo em nível pessoal e profissional. Eu me sinto bem com o Gabriel, estou aprendendo muito. A princípio nós vamos ficar até Roland Garros, mas estou aproveitando bem o tempo com ele.

Rodada teve duas desistências
Duas jogadoras abandonaram as partidas desta quinta-feira por problemas físicos. A suíça Jil Teichmann sofreu uma lesão no pé esquerdo ainda no começo do jogo contra a cazaque Yulia Putintseva, que liderava o primeiro set por 2/0. Putintseva enfrenta nas quartas a polonesa Magda Linette. Já a holandesa Arantxa Rus liderava contra a convidada francesa Harmony Tan por 6/1 e 1/1, antes de a rival também deixar a disputa. Rus espera pela vencedora entre a norte-americana Shelby Rogers e a alemã Jule Niemeier. Esse jogo foi suspenso por chuva quando Niemeier vencia por 6/4 e 2/1.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio