Notícias | Dia a dia
Monteiro avança em Belgrado e encara Delbonis
24/05/2021 às 16h15

Monteiro ainda não venceu Delbonis pelo circuito profissional

Foto: Arquivo

Belgrado (Sérvia) - A estreia de Thiago Monteiro no ATP 250 de Belgrado foi com resultado positivo. O número 1 do Brasil e 79º do ranking fez valer seu melhor retrospecto no saibro e derrotou o moldávio Radu Albot, 88º colocado, por duplo 6/2 em 1h14 de partida. Monteiro agora terá um duelo sul-americano contra o argentino Federico Delbonis, 52º do mundo. Eles já se enfrentaram três vezes, entre challengers e qualis de ATP, sempre com vitórias de Delbonis.

Monteiro não vencia um jogo em chaves principais de ATP desde o início de março em Buenos Aires. Sua única vitória desde então havia sido sobre o cazaque Mikhail Kukushkin durante o qualificatório para o Masters 1000 de Roma. O cearense de 26 anos sofreu recentemente com problemas físicos, especialmente um exame positivo para Covid-19 e uma lesão na panturrilha esquerda, e teve eliminações precoces em seus últimos torneios no saibro europeu.

Abot tem pouca história no saibro, Delbonis em boa fase
Superado por Monteiro nesta segunda-feira, Albot está com 31 anos e tem histórico modesto no saibro, com apenas 22 vitórias em nível ATP no piso e aproveitamento de 42%. Já no piso duro, conquistou seu único título de primeira linha, no início de 2019 em Delray Beach. Há duas temporadas, ele atingiu o melhor ranking de sua carreira, ocupando o 39º lugar.

Por outro lado, Delbonis vive um bom momento no circuito. O argentino de 30 anos furou os qualis dos Masters 1000 de Madri e Roma, chegando às oitavas de final na capital espanhola e às quartas na Itália. Nesse período, derrotou nomes como Karen Khachanov, David Goffin, Pablo Carreño Busta e Felix Auger-Aliassime. Sua estreia em Belgrado foi com vitória sobre o lucky-loser eslovaco Lukas Klein por 3/6, 6/3 e 6/4.

Monteiro não teve o serviço quebrado na partida
Durante o primeiro set, Monteiro não enfrentou break-points e cedeu apenas três pontos em seus games de serviço. Além dos bons índices com seu saque, ele conseguia comandar as ações com o forehand e tinha o domínio dos pontos, enquanto o rival não se mostrava tão confortável em quadra e permitiu ao brasileiro conseguir suas duas quebras.

O segundo set começou com maior equilíbrio. Apesar de Monteiro ter aumentado seu índice de primeiro saque em quadra, de 68% para 76%, ele foi o primeiro a enfrentar break-points na parcial, mas escapou ileso. Pouco depois, conseguiu duas quebras seguidas contra o rival para abrir 5/2, antes de definir a partida no saque.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio