Notícias | Dia a dia
Gauff vence e disputa a 2ª semi seguida no saibro
20/05/2021 às 16h31

Gauff venceu um duelo da nova geração contra Amanda Anisimova nas quartas em Parma

Foto: MEF Tennis Events

Parma (Itália) - Pela segunda semana consecutiva, a promessa norte-americana Coco Gauff disputará uma semifinal no saibro italiano. Depois de ter feito uma ótima campanha no WTA 1000 de Roma, a jovem jogadora de 17 anos também garante um bom resultado no WTA 250 de Parma. Ela venceu nesta quinta-feira a compatriota de 19 anos Amanda Anisimova, 40ª do ranking, por duplo 6/3.

Gauff está com o melhor ranking da carreira, ocupando o 30º lugar da WTA. Ela já tem um título, conquistado nas quadras duras e cobertas de Linz, na Áustria, em 2019, quando tinha apenas 15 anos. A semifinal em Parma será a quinta de sua carreira profissional no circuito.

"Fiquei bastante satisfeita com a maneira como joguei. Acho que poderia ter sacado um pouco melhor, mas fora isso, fiquei muito feliz com a forma como joguei hoje", disse Gauff, que enfrentou a rival pela primeira vez no circuito profissional. Elas protagonizaram a final do torneio juvenil do US Open em 2017, quando Anisimova tinha 16 anos e foi campeã contra Gauff, então com apenas 13.

A adversária de Gauff na semifinal desta sexta-feira será a tcheca Katerina Siniakova, 68ª colocada. A jovem norte-americana venceu o único duelo anterior, disputado no fim do ano passado em Ostrava. Algoz de Serena Williams nas oitavas, Siniakova venceu nesta quinta-feira a francesa Caroline Garcia por 7/5 e 6/1.

"Ela é uma adversária muito complicada, usa muita variação dos golpes. Mas estamos ambas familiarizadas com os estilos de jogo uma da outra e deve ser uma boa partida", disse a jovem norte-americana a respeito do duelo com Siniakova, de 25 anos e vencedora de dois torneios da WTA.

Stephens garante lugar na semi, Martic se despede

Do outro lado da chave, a croata Petra Martic não conseguiu confirmar a condição de cabeça 2 do torneio em Parma e foi eliminada nas quartas. Ela perdeu para a chinesa Qiang Wang por 7/6 (7-4), 3/6 e 7/5. Wang, de 29 anos e 48ª do ranking, tem dois títulos no circuito e busca a quinta final da carreira, a primeira fora da Ásia.

A outra semifinalista é a experiente norte-americana Sloane Stephens, ex-número 3 do mundo e campeã do US Open em 2017. A jogadora de 28 anos e dona de seis títulos de WTA avançou no saibro de Parma depois de derrotar a italiana Sara Errani por 6/3 e 6/0. Wang venceu os dois duelos anteriores contra Stephens no circuito.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio