Notícias | Dia a dia
Federer evita comentar abuso doméstico de Zverev
20/05/2021 às 15h48

Genebra (Suíça) - A volta de Roger Federer ao circuito marca também a volta das mais diversas perguntas ao suíço. Depois de seu retorno frustrado no ATP 250 de Genebra, o veterano de 39 anos teve que comentar não apenas o seu desempenho no duelo com o espanhol Pablo Andujar, mas também outros assuntos espinhosos que pairaram sobre o circuito enquanto ele não jogava.

Questionado sobre se a ATP deveria assumir um papel mais prático ao tratar das acusações de violência doméstica contra o alemão Alexander Zverev, realizando sua própria investigação formal ou estabelecendo uma política para lidar com jogadores acusados de violência doméstica, ele disse que era uma situação difícil. Vale destacar que Zverev anunciou o rompimento com a agência de marketing esportivo Team8. A empresa foi fundada em 2013 por Roger Federer e seu empresário Tony Godsick. 

“Somos contratados independentes, então talvez seja mais complicado do que outras ligas”, disse Federer, incomodado com a pergunta e mostrando não querer falar sobre isso. “Sinto que isso é algo muito pessoal. Acho que quando você é empregado de um clube ou de uma liga é algo muito diferente, porque você recebe um salário daí”, acrescentou o suíço.

“É claro que precisa haver um determinado código, como aquele que temos que cumprir na quadra e que ficou cada vez mais rígido com o passar dos anos. Mas também temos outras regras para cumprirmos na vida privada também, como as leis dos governos e tudo mais”, comentou o veterano de 39 anos

“Não sei se quero falar mais sobre isso para ser honesto. Não quero tocar nesse assunto. Desejo que Sascha se concentre em seu tênis. Quem sou eu agora, meses depois do ocorrido, para comentar sobre isso? Não me sinto muito confortável falando sobre esse assunto”, finalizou Federer.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva