Notícias | Dia a dia
Djokovic aprova estreia e se desculpa com árbitro
11/05/2021 às 18h08

Sérvio destaca que as condições de jogo foram bastante desafiadoras nesta terça-feira

Foto: Giampiero Sposito

Roma (Itália) - Depois de vencer sua partida de estreia no Masters 1000 de Roma, Novak Djokovic aproveitou seu desempenho no duelo contra o norte-americano Taylor Fritz nesta terça-feira. O número 1 do mundo acredita que teve o controle das ações durante a maior parte do tempo e destacou as condições mais lentas e desafiadoras da quadra em um dia de muita chuva na capital italiana.

"Foi uma partida muito estranha e em condições estranhas. Obviamente, jogar sob chuva por quase dois sets completos foi um desafio para mim e para ele. Acho que tinha uma vantagem, porque as condições eram mais lentas o que me permitia devolver melhor o saque dele, porque ele saca muito forte", disse Djokovic, após a vitória por 6/3 e 7/6 (7-5). Apesar de a disputa ter durado 1h38, houve uma paralisação por chuva durante quase três horas.

"Eu meio que mantive a partida sob controle durante a maior parte do tempo. Mas então fiz um game de serviço muito desleixado na hora de fechar. E ele jogou bem, fez uma excelente passada para devolver a quebra", acrescenta o sérvio, que fez 23 winners e 22 erros não-forçados na partida. Fritz liderou a contagem de bolas vencedoras, anotando 27 no total.

Pedido de desculpas ao árbitro espanhol
O líder do ranking também fez questão de se desculpar com o árbitro espanhol Nacho Forcadell, por conta da discussão ríspida ocorrida pouco antes da paralisação do jogo, quando ele sacava para fechar e teve o serviço quebrado. Assim que voltou à quadra, ele já conversou com o juiz de cadeira e pediu desculpas por ter gritado. Além disso, falou sobre o assunto na entrevista coletiva.

"Eu estava estressado no final, obviamente, mas acho que a decisão de parar o jogo foi correta. Quando voltamos à quadra, o jogo continuou muito equilibrado até o último ponto. Estou feliz por ter fechado a partida em dois sets. Sei que posso jogar melhor e vou trabalhar amanhã para isso", explicou o atual campeão do Masters 1000 italiano.

Calendário definido antes de Roland Garros
Esta foi apenas a quarta vitória de Djokovic na temporada de saibro, após as eliminações nas oitavas de final do Masters 1000 de Monte Carlo e na semi do ATP 250 de Belgrado. Ele ainda vai jogar mais um ATP 250 na capital sérvia antes de Roland Garros.

"Não joguei muito bem em Mônaco e Belgrado, mas espero mudar isso aqui em Roma e depois terei mais uma semana em Belgrado antes de Roland Garros", explica o experiente jogador de 33 anos. "Não tenho jogado muito, por isso não me sinto fisicamente exausto ou esgotado".

"Acho que jogar quatro torneios antes de Roland Garros é o suficiente. Estou trabalhando no meu preparo físico e melhorando o meu jogo lentamente, passo a passo, para chegar ao auge em Paris. É lá onde quero dar o meu melhor".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva