Notícias | Dia a dia
Nishikori questiona realização dos Jogos de Tóquio
11/05/2021 às 07h49

Nishikori foi medalhista de bronze em simples nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016

Foto: Arquivo

Roma (Itália) - Adiados de 2020 para 2021 por causa da pandemia do coronavírus, os Jogos Olímpicos de Tóquio estão sendo bastante questionados dentro do Japão, onde um último levantamento apontou quase 60% de reprovação. Atleta da casa, Kei Nishikori também mostrou sua preocupação e questionou a realização da competição.

“Não sei nada sobre o que está acontecendo dentro do COI e também não sei o que eles estão pensando. Não acho que seja fácil organizar bolhas para 10.000 atletas e a situação atual no Japão e nos arredores o mundo não é fácil”, afirmou Nishikori, que estreou no Masters 1000 de Roma na segunda-feira batendo o italiano Fabio Fognini em sets diretos.

O japonês frisou o grande número de atletas que a competição reúne e mostrou preocupação com tanta gente junta de lugares diferentes do mundo em um mesmo lugar. “Talvez uma bolha possa ser feita, mas também há riscos. E se houver uma centena de casos positivos na Villa? O vírus se espalha muito rápido”, acrescentou o atual 45 do mundo.

As autoridades locais e o comitê organizador garantem que os Jogos acontecerão de forma segura e protegida, mas uma pesquisa realizada entre 7 e 9 de maio apontou que 59% dos entrevistados querem o evento cancelado contra 39% defendendo que ele deveria acontecer. Vale lembrar que o público estrangeiro está vetado e que atletas e imprensa estarão submetidos a normas rígidas.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva