Notícias | Dia a dia
Bruno cai no ranking de duplas e tem o top 10 em risco
10/05/2021 às 08h18

Miami (EUA) - Eliminado na estreia no Masters 1000 de Madri, em seu primeiro torneio do ano no saibro junto do parceiro britânico Jamie Murray, o mineiro Bruno Soares acabou caindo no ranking individual de duplas nesta segunda-feira. Ele perdeu duas colocações, é agora o número 8 do mundo, e corre o risco de sair do top 10 dependendo dos resultados no Masters 1000 de Roma.

Bruno começa a semana no Foro Itálico precisando somar pontos para não deixar o top 10. Nova derrota na estreia deixará o mineiro no máximo na décima posição, precisando torcer contra os rivais que aparecem logo abaixo. Contudo, uma eventual conquista no saibro romano ao lado de Murray pode levá-lo de volta ao top 5.

A vaga entre os 10 primeiros é importante para assegurar uma vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, uma vez que apenas os top 10 de duplas se classificam direto para a competição, podendo escolher um parceiro para acompanhá-los no evento.

O mineiro Marcelo Melo, que ocupa atualmente o 18º posto, tem a chance de recuperar terreno nesta semana, mas o ex-número 1 do mundo pode no máximo subir até o 14º posto em caso de título.

Mais dois brasileiros completam o top 100 de duplas. O terceiro melhor do país é o gaúcho Marcelo Demoliner, que perdeu cinco lugares e agora é o 52º do mundo. Na sequência aparece o também gaúcho Rafael Matos, que debutou entre os 100 na semana passada e nesta ganhou mais quatro colocações, figurando no 95º posto.

Vice-campeão no challenger de Biella ao lado do paulista Felipe Meligeni, Matos pode ajudar o parceiro a também buscar o top 100 nesta semana. Os dois voltam a jogar juntos no challenger de Heilbronn, onde serão cabeças de chave 4 e vão estrear contra os croatas Ivan Sabanov e Matej Sabanov.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio