Notícias | Dia a dia
Zverev quer manter embalo e alto nível em Roma
09/05/2021 às 19h05

Alemão agora segue para o Masters 1000 de Roma, torneio que já conquistou em 2017

Foto: Antoine Couvercelle/FFT

Madri (Espanha) - Campeão do Masters 1000 de Madri neste domingo, Alexander Zverev espera manter o alto nível no restante da temporada de saibro. Mesmo ciente de que as condições do torneio na capital espanhola são mais rápidas em comparação com os demais eventos nesse piso, o alemão tenta dar continuidade aos bons resultados. Ele agora segue para o Masters 1000 de Roma, torneio que também já conquistou ainda em 2017, e segue de olho em Roland Garros.

"Esse é um título muito importante. Acho que para se dar bem em Roland Garros, você precisa ter bons resultados no saibro antes. A altitude das quadras de Madrid, claro, é algo que me ajudou", disse Zverev após a vitória 6/7 (8-10), 6/4 e 6/3 sobre o italiano Matteo Berrettini neste domingo.

"E acho que o Matteo dirá o mesmo. A altitude ajuda alguns tenistas por causa de seus estilos de jogo e eu me sinto bem aqui. Agora estou ansioso para as próximas semanas e por tudo o que está por vir. Roma também é um torneio que eu gosto, então espero poder jogar da mesma forma que fiz aqui", acrescenta o alemão de 24 anos, que conquistou seu segundo título em Madri e o quarto Masters 1000 da carreira.

Algoz de Rafael Nadal e Dominic Thiem nesta semana, Zverev só foi perder um set já na final do torneio e destacou a potência do saque de Berrettini e a dificuldade que teve para colocar as devoluções em quadra. "Matteo foi um adversário extremamente difícil para mim. Durante o torneio, eu não joguei contra ninguém capaz de sacar a 235 km/h no saibro ou de fazer um saque-quique a 230 km/h".

"Contra o Rafa [Nadal] e o Dominic [Thiem] as partidas foram muito diferentes, embora sejam ambos grandes jogadores no saibro, provavelmente os melhores nesta superfície. Contra o Berrettini era muito difícil colocar as bolas em jogo e que fossem profundas o suficiente para conquistar os pontos. Além disso, tive que sair de um set abaixo para vencer, então estou muito feliz por ter feito isso", acrescentou o atual número 6 do mundo.

Durante a cerimônia de premiação, o alemão também elogiou o grande torneio de Berrettini, que disputou uma final de Masters 1000 pela primeira vez. "Gostaria de dar os parabéns ao Matteo. Ele teve uma semana incrível e acho que merecia o título tanto quanto eu. Eu sei que para você pode não ser um bom momento por perder, mas já estive nessa situação e me senti mil vezes pior quando perdi a final do US Open. Mas quando você ganhar um troféu como este vai ter um gosto ainda melhor, será ainda mais especial. E tenho certeza que você vai ganhar".

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG