Notícias | Dia a dia
'Foi um jogo difícil de entender', admite Nadal
07/05/2021 às 16h12

Nadal acredita que foi superior durante boa parte do primeiro set e, mesmo assim, não conseguiu vencer

Foto: Corinne Dubreuil/ATP

Madri (Espanha) - Eliminado nas quartas de final do Masters 1000 de Madri, Rafael Nadal disse que é difícil entender a dinâmica da partida que fez contra Alexander Zverev. Afinal, o espanhol considera ter feito uma boa apresentação e que foi superior em quadra durante o set inicial, mas ainda assim não conseguiu fechar e permitiu que o adversário, número 6 do mundo, se recuperasse na partida e vencesse em sets diretos.

"Foi uma semana em que aconteceram muitas coisas positivas, fiz muitas coisas boas nos treinos. Saio de Madri com bons sentimentos em geral, mas com uma péssima sensação de ter feito um jogo como o de hoje contra um adversário muito bom. Eu acho que na maior parte do primeiro set, eu fui melhor do que ele. E mesmo assim eu perdi por 6/4", disse Nadal após a derrota por duplo 6/4 para Zverev em 1h44 de partida nesta sexta-feira. O espanhol chegou a liderar o primeiro set por 4/2.

"Isso é algo difícil de entender, ainda mais comigo, porque normalmente acontece o contrário. Eu encontro uma maneira de ganhar os sets, embora não esteja jogando o meu melhor tênis ou não tão bem quanto os meus adversários", ponderou o espanhol, que fez apenas seis winners na partida contra 28 de Zverev. O alemão cometeu 25 erros na partida contra 17 do atleta da casa.

+ RG pode ter Djoko, Nadal e Federer juntos na chave
+ Nadal é derrotado por Zverev e volta a perder o nº 2
+ Nadal se encontra com fã de 95 anos em Madri

Nadal reitera que não acha que jogou mal, apesar de lamentar as oportunidades perdidas, e destacou o bom jogo do alemão, especialmente no saque. "Senti que estava jogando melhor durante grande parte do primeiro set, mas depois de alguns erros, que foram injustificáveis ​​e nos piores momentos, acabei perdendo um set. As perspectivas do jogo mudaram aí, tanto para mim como para ele. Eu sabia que o segundo set seria muito difícil porque ele cresceu muito durante a partida".

"Não é que eu não tenha conseguido encontrar meu 'nível mínimo'. É que você está jogando contra alguém cujo saque te coloca em apuros. Cada saque vai acima de 220 km/h. Então, em condições como essas, tenho que devolver seis metros atrás da linha de base e, mesmo assim, ainda conseguia mandar as devoluções na altura do ombro", explica o jogador de 34 anos, que vai perder a vice-liderança do ranking para Daniil Medvedev.

Apesar de as quadras de Madri serem mais rápidas que as dos demais torneios da temporada de saibro, Nadal reconhece que uma boa sequência de jogos poderia ser importante para que ele ganhasse confiança antes de Roland Garros.

"Esta era uma semana importante para mim. É verdade que estas são as condições mais complicadas de toda a temporada de saibro, mas é uma semana que em que eu estava muito motivado. Por isso, nas derrotas, as sensações são sempre negativas. Vamos ver o que acontece em Roma. Para mim, o objetivo antes de Roland Garros é ir a Roma e ganhar o torneio. Essa é a verdade".

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG