Notícias | Dia a dia
Sabalenka se impõe e faz mais uma final com Barty
06/05/2021 às 17h36

Sabalenka busca a revanche contra Barty, duas semanas após a final de Stuttgart

Foto: Mutua Madrid Open

Madri (Espanha) - Duas semanas depois de protagonizarem a final do WTA 500 de Stuttgart, Ashleigh Barty e Aryna Sabalenka decidem mais um grande torneio no saibro, desta vez o WTA 1000 de Madri. Depois da boa vitória de Barty sobre a anfitriã Paula Badosa no início da rodada desta quinta-feira, foi a vez de Sabalenka avançar na competição depois de superar a russa Anastasia Pavlyuchenkova, 41ª do ranking, por 6/2 e 6/3 em apenas 1h03 de partida.

"Estou muito feliz por essa vitória e já ansiosa para a final", disse Sabalenka, projetando o duelo do próximo sábado em Madri. "Primeiro eu preciso de um bom descanso hoje e depois eu vou fazer o possível para me preparar o melhor que posso. É muito interessante disputar outra final contra a Ash, acho que será uma grande batalha".

Barty lidera o histórico de confrontos com Sabalenka por 4 a 3, com duas vitórias este ano. Além da recente decisão no saibro alemão, a número 1 do mundo também levou a melhor nas quartas de final de Miami, em quadras de piso duro. As três vitórias de Sabalenka foram na China, sendo duas em Wuhan (2018 e 2019) e uma em Zhuhai (2018).

Aos 23 anos, Sabalenka está com o melhor ranking da carreira, ocupando sétimo lugar. Vencedora de nove torneios no circuito, a bielorrussa disputa sua 15ª final. Seus títulos mais importantes foram de níveis muito próximos ao torneio de Madri, já que ela ganhou eventos que davam 900 pontos no ranking em Wuhan (2018 e 2019) e também em Doha (2020). Já a competição na capital espanhola rende 1000 pontos na WTA.

Já Pavlyuchenkova tem a comemorar sua melhor participação em Madri. A experiente russa de 29 anos só havia alcançado as quartas de final uma vez, ainda na temporada de 2011, quando era uma jovem promessa do circuito. Ex-número 13 do mundo e vencedora de 12 títulos de WTA, ela acredita que ainda pode ser protagonista na luta por títulos importantes.

A imposição de Sabalenka na partida ficou evidente desde os primeiros games. A bielorrussa não enfrentou break-points no set inicial e cedeu apenas três pontos em seus games de serviço durante a parcial, além de ter conseguido duas quebras. O domínio continuou no início do segundo set. Com muita potência nos golpes, a número 7 do mundo comandava as ações do fundo de quadra e definia rapidamente os pontos, chegando a conquistar duas novas quebras.

Quando ainda perdia por 4/0, Pavlyuchenkova teve seus primeiros break-points na partida, mas não os aproveitou. Ainda assim, a russa conseguiu depois confirmar o saque para evitar o 'pneu', Sabalenka teve um breve momento de oscilação e viu sua vantagem cair de 5/0 para 5/3, mas definiu a partida na segunda vez que sacava para fechar. Sabalenka liderou nos winners por 21 a 8 e cometeu apenas 11 erros contra 8 da rival.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG