Notícias | Dia a dia
Barty freia boa semana de Badosa e decide em Madri
06/05/2021 às 09h52

Madri (Espanha) - Uma das sensações deste WTA 1000 de Madri, a convidada da casa Paula Badosa não foi páreo para a número 1 do mundo Ashleigh Barty na partida que abriu as semifinais desta quinta-feira. A australiana mais uma vez foi muito firme e deu pouquíssimas chances à rival, vencendo em sets diretos e com placar final de 6/4 e 6/3, depois de 1h15 de partida.

Após vencer a 25ª no ano, Barty espera agora a vencedora da segunda semi do dia, entre a bielorrussa Aryna Sabalenka e a russa Anastasia Pavlyuchenkova. Já a eliminada Badosa leva como prêmio de consolação a boa ascensão que terá no ranking, entrando pela primeira vez no top 50. Ela ganhará 20 colocações na lista da WTA e aparecerá no 42º lugar na próxima segunda-feira.

Sempre paciente e esperando os momentos certos para atacar, a australiana mais uma vez teve êxito com sua estratégia de jogo, conseguindo frear o ímpeto da agressiva Badosa. As duas rivais terminaram a partida com os mesmos 23 erros não forçados, mas Barty anotou o dobro de bolas vencedoras (30 a 15).

O primeiro set foi o mais parelho do embate e só foi decidido na reta final. As sacadoras passaram incólumes até o oitavo game, quando Badosa enfrentou e salvou o primeiro break-point do jogo. Só que ao voltar para os serviços com um incômodo 4/5 no placar, a espanhola acabou vacilando e encarou mais três chances de quebra, se safou nas duas primeiras, mas se deu mal na terceira.

Badosa esboçou uma reação no começo da segunda parcial e abriu com quebra para cima da australiana. Contudo, a vantagem durou muito pouco e Barty não apenas devolveu o break, mas anotou outro logo em seguida, vencendo quatro games consecutivos. Depois disso, a atleta da casa não teve mais forças para nada e amargou a eliminação nas semifinais de Madri.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva