Notícias | Dia a dia
Strycova encerra carreira, mas quer jogo de despedida
04/05/2021 às 15h24

Em 2019, Strycova chegou à semifinal de Wimbledon em simples e também foi campeã de duplas

Foto: Arquivo

Plzen (República Tcheca) - Pouco mais de um mês de anunciar que faria uma pausa na carreira por conta da gravidez, a tcheca Barbora Strycova decidiu colocar um ponto final em sua trajetória no circuito profissional e confirmou sua aposentadoria nesta terça-feira. Strycova, de 35 anos, era a atual número 2 do mundo em duplas e também ocupava a 52ª posição no ranking de simples da WTA.

Com vasta experiência no circuito, Strycova chegou a ser 16ª colocada no ranking de simples em 2017 e ganhou dois títulos de WTA. O primeiro foi ainda em 2011, no carpete de Québec, e o segundo em 2017, nas quadras duras e cobertas de Linz. Também disputou outras seis finais. Entretanto, seu grande resultado individual em um Grand Slam aconteceria em 2019, quando foi semifinalista de Wimbledon.

Também em 2019, Strycova conquistou o título de duplas nas quadras de grama do All England Club, ao lado da taiwanesa Su-Wei Hsieh. A tcheca venceu 31 torneios na modalidade, sendo os quatro últimos no ano passado, junto com Hsieh, em Roma, Doha, Dubai e Brisbane. Ela chegou a liderar o ranking de duplas por 27 semanas, a partir de 25 de julho de 2019. Também teve atuações importantes na Fed Cup (atual Copa Billie Jean King), tendo participado de seis campanhas de títulos da República Tcheca, entre 2011 e 2018, estando em quadra em três finais em 2015, 2016 e 2018.

Em sua trajetória como tenista profissional profissional, Strycova conseguiu 564 vitórias e 412 derrotas no circuito de simples. Já nas duplas, venceu 508 jogos e perdeu 263. Na Fed Cup, acumulou 22 vitórias, sendo 11 em simples e 11 em duplas. Sua premiação acumulada na carreira foi de US$ 12.057.535.

Tcheca ainda espera fazer um jogo de despedida
"Queridos fãs, ou devo dizer amigos. Como vocês devem ter ouvido, anunciei hoje a minha aposentadoria do tênis profissional", escreveu Strycova, em seu perfil no Instagram. "Levei um tempo para decidir isso, mas estou muito feliz e animada para esta nova aventura que me aguarda. É estranho. Até agora, o tênis era o único mundo que eu conhecia. Sempre tive um amor enorme por esse esporte incrível. Mesmo com toda a dor, lágrimas, renúncia e suor, todos os grandes momentos e vitórias valeram a pena!

"Nunca planejei encerrar minha carreira durante uma pandemia. No entanto, alguns momentos da vida simplesmente não podem ser planejados", comenta a tcheca, que não disputa um torneio desde o Australian Open. "Estou super animada para o meu próximo papel na vida como mãe. Mas isso não significa que vou aceitar o fato de que eu não joguei minha última partida na frente da torcida".

Strycova ainda planeja fazer um jogo de despedida com a presença de público, depois que a situação da pandemia da Covid-19 estiver sob controle. "Assim que for possível, vou jogar uma última partida na frente de vocês. Para dizer um adeus apropriado". Ela também deu uma entrevista ao portal tcheco iSport.cz dando detalhes sobre os planos de se despedir com torcida no estádio. "Quero jogar mais uma partida com a presença da torcida. Estou dizendo adeus à minha carreira. É o fim e não espero voltar ao circuito. Mas gostaria de dizer adeus aos fãs. Eu precisava deles na minha carreira".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva