Notícias | Dia a dia
Barty e Swiatek podem duelar nas oitavas em Madri
27/04/2021 às 13h31

Barty tenta manter embalo após o título em Stuttgart no último domingo

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - As duas últimas campeãs de Roland Garros podem se enfrentar já nas oitavas de final do WTA 1000 de Madri, forte torneio em quadras de saibro que começa na próxima quinta-feira na capital espanhola. A número 1 do mundo Ashleigh Barty, embalada pelo título de Stuttgart no último domingo, está em rota de colisão com a promissora Iga Swiatek, 17ª do ranking.

Barty estreia contra a norte-americana Shelby Rogers, 43ª do ranking. A australiana lidera o histórico por 4 a 0, sendo que três desses confrontos aconteceram neste ano. Quem vencer esse jogo encara uma jogadora vinda do quali na segunda fase. Já a estreia de Swiatek, que está focada nos torneios grandes, será contra a norte-americana Alison Riske, número 27 do mundo. E quem passar, pega outra atleta do quali.

Bertens inicia defesa do título em Madri
No mesmo quadrante estão a vencedora de 2019 Kiki Bertens e tricampeã Petra Kvitova. A estreia da holandesa, cabeça 7 em Madri, será contra a juvenil de Andorra Victoria Jimenez Kasintseva, tenista de apenas 15 anos e ex-líder do ranking mundial da categoria. Lembrando que Bertens tem mil pontos a defender. Já Kvitova é a nona favorita e terá um duelo tcheco contra Marie Bouzkova. A canhota de 31 anos também pode enfrentar Angelique Kerber na segunda fase.

Ainda na parte de cima da chave, a ucraniana Elina Svitolina é a quarta favorita e estreia contra a suíça Jil Teichmann. Ela pode enfrentar a britânica Johanna Konta nas oitavas. Já nas quartas, podem pintar a espanhola Garbiñe Muguruza ou a suíça Belinda Bencic. A estreia de Muguruza (cabeça 10) será contra a norte-americana Sloane Stephens, no encontro entre duas campeãs de Grand Slam.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por #MMOPEN (@mutuamadridopen)

Osaka volta ao saibro depois de dois anos

A número 2 do mundo Naomi Osaka está de volta ao saibro depois de dois anos e estreia contra uma tenista vinda do quali. Na segunda fase, podem pintar a chinesa Qiang Wang ou a tcheca Karolina Muchova. Osaka pode reencontrar a grega Maria Sakkari, sua algoz em Miami, nas oitavas de final. Já nas quartas, podem pintar Jennifer Brady ou Karolina Pliskova. A estreia de Pliskova é contra a promessa norte-americana Coco Gauff, enquanto Brady encara Venus Williams. O setor ainda tem Madison Keys, Svetlana Kuznetsova e Jelena Ostapenko.

A romena Simona Halep, número 3 do mundo e bicampeã em 2016 e 2017, tem estreia difícil contra a espanhola Sara Sorribes. Se vencer, a romena pode enfrentar a suíça Magda Linette ou a chinesa Saisai Zheng. A cabeça de chave mais próxima é a belga Elise Mertens, possível adversária nas oitavas. Já nas quartas, podem pintar as bielorrussas Victoria Azarenka ou Aryna Sabalenka. O setor tem outros bons nomes como Sorana Cirstea, Daria Kasatkina e Ekaterina Alexandrova, adversária de Azarenka na primeira fase.

Veja como ficou a chave do WTA 1000 de Madri

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva