Notícias | Dia a dia
Karatsev: 'Entrei para vencer e dei tudo em quadra'
24/04/2021 às 19h51

Belgrado (Sérvia) - O russo Aslan Karatsev aprontou mais uma grande surpresa neste notável início de temporada. Depois de sair do qualificatório e atingir a semifinal de seu primeiro Grand Slam, conquistar o primeiro ATP e entrar para o top 30, ele desbancou nada menos que o líder do ranking Novak Djokovic, dono da casa e grande favorito do ATP de Belgrado.

"Entrei em quadra para vencer. Estava acreditando em mim e me disse que teria de devolver todos as bolas, não importa como", contou o russo de 27 anos, que era um personagem pouco conhecido do circuito até o Australian Open de fevereiro. A vitória sobre um saibro lento, que exigiu muito esforço, levou 3h25, o jogo de ATP mais demorado da temporada.

"Procurei manter essa estratégia, foi o que havia combinado com o treinador. Seria a chave para tentar o sucesso". Na semifinal de Melbourne, dois meses antes, Karatsev caiu por 6/3, 6/4 e 6/2. "Dei tudo em quadra, e o jogo foi muito longo. Estou realmente satisfeito com a forma com que atuei hoje. Derrotei o número 1 do mundo", comemorou.

Questionado como encarou os 23 break-points que evitou na partida, nada menos que 10 deles no set decisivo, Karatsev diz que não sabe exatamente o que passou por sua cabeça. "Você tem de ser agressivo diante desse tipo de adversário, caso contrário é como jogar contra uma parede. Volta tudo, profundo, e você acaba correndo muito. Se você der chance, ele passar a te mexer pela quadra. Minha meta principal era me manter agressivo".

Karatsev diz que está se aproximando de forma mais rápida do que imaginava de seu objetivo principal, que é o top 20. "Só depois que eu chegar lá, me colocarei outra meta". Apesar da campanha em Belgrado, o atual 28º do ranking subirá somente dois postos em caso de título e estará então a cerca de 230 pontos do 20º colocado.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva