Notícias | Dia a dia
Carla Suárez anuncia que está curada do câncer
22/04/2021 às 19h20

Sorrindo, a espanhola vestiu a camiseta com os dizeres: 'Mais forte que o câncer'

Foto: Reprodução/Twitter

Barcelona (Espanha) - A longa jornada de Carla Suárez Navarro em seu tratamento contra o câncer chegou ao fim com uma ótima notícia para a espanhola e para todos os fãs de tênis. Diagnosticada com linfoma de Hodgkin em setembro do ano passado, a jogadora de 32 anos anunciou em suas redes sociais que está curada da doença.

"Mais um passo nessa estrada. Hoje termino o tratamento e posso dizer que superei um linfoma de Hodgkin", escreveu Suárez Navarro, em seu perfil. "A todos vocês, muito obrigada. Cada mensagem de incentivo me trouxe muita força. Sou infinitamente grata a todos os profissionais de saúde que cuidaram de mim a cada dia. ESTOU CURADA!".

Espanhola já voltou a treinar
Em bom estágio de recuperação, Suárez Navarro havia anunciado em janeiro que as sessões de quimioterapia já haviam terminado. A ex-top 10 já voltou a treinar. Em recente entrevista ao Diario Sport, ela afirma que o tênis a ajudou muito durante o tratamento do câncer.

"O tênis me ajudou a lidar com a doença. Provavelmente, por tudo que eu passei como atleta e mais ainda em um esporte individual, você aprende a superar os problemas sozinha. Acho que foi muito importante, porque agora estou passando por um momento ruim e, nesse sentido, o tênis me ajudou muito".

No final de 2019, Suárez Navarro havia dito que pretendia disputar sua última temporada no circuito em 2020. Os planos da espanhola começaram a ser adiados pela pandemia da Covid-19, que a impediria de jogar o torneio de Madri, cancelado no ano passado. Após o diagnóstico da doença e do tratamento do câncer, voltar às quadras passou a ser uma meta para a veterana jogadora, que quer estar em breve nos Grand Slam e também nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Duas tenistas já tiveram a doença
O Linfoma de Hodgkin é uma forma de câncer que se origina nos gânglios do sistema linfático, um conjunto composto por órgãos e tecidos responsáveis pela imunidade do organismo.

Segundo informações do site do hospital Albert Einstein, a doença surge quando um linfócito se transforma em uma célula maligna, capaz de crescer descontroladamente e se disseminar para outras partes do corpo. Duas tenistas profissionais já tiveram a doença nos últimos anos e se recuperaram: a russa Alisa Kleybanova e a norte-americana Victoria Duval.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva