Notícias | Dia a dia
Nadal encara jogos mais longos de forma positiva
22/04/2021 às 17h40

Curiosamente, os dois primeiros jogos de Nadal tiveram a mesma duração, 2 horas e 19 minutos

Foto: Divulgação

Barcelona (Espanha) - Apesar de ter feito dois jogos longos nas rodadas iniciais do ATP 500 de Barcelona, Rafael Nadal encara essa situação de uma forma positiva. Ele precisou de três sets, tanto na estreia contra o bielorrusso Ilya Ivashka, quanto nas oitavas diante do japonês Kei Nishikori. Curiosamente, as duas partidas tiveram a mesma duração, 2h19. Além dos resultados positivos, outra boa notícia para o espanhol é o fato de ele conseguir aos poucos recuperar o ritmo de jogo, depois de ter disputado poucos torneios nos últimos meses.

"Fiz dois jogos consecutivos vencendo em três sets, o que para mim é positivo. Eu não vejo isso como negativo", disse Nadal após a vitória sobre Nishikori por 6/0, 2/6 e 6/2 nesta quinta-feira em Barcelona. "Sei que joguei pouco tênis desde o ano passado e que estou passando por momentos difíceis. Eu assumo o desafio, assumo a dificuldade que isso acarreta. A evolução tem sido boa: Tanto ontem, nos dois últimos sets, quanto hoje durante o jogo em geral. Passei por momentos difíceis contra um jogador de alto nível e ele estava jogando bem. Mas consegui seguir em frente".

"Acho que joguei muito melhor do que ontem. E isso é muito importante para mim. Estou muito satisfeito", avalia o espanhol, que vem de uma eliminação nas quartas de final no Masters 1000 de Monte Carlo. "Eu tenho que seguir o meu caminho. Estou ciente de que as coisas são complicadas. Se eu tivesse vencido aquele jogo das quartas em Monte Carlo e chegado à final, as coisas teriam sido um pouco mais fáceis depois. Mas o 'se' é uma palavra muito usada e não sou um grande fã dela".

+ Depois de 'pneu', Nadal oscila mas derrota Nishikori
+ Nadal: 'Não estou tão longe do meu melhor nível'
+ Depois de levar susto, Nadal reage e vence de virada

"Eu sei como é o processo e sei que as coisas não acontecem da noite para o dia. Você tem que perseverar e trabalhar dia após dia com ideias claras e com a esperança de que as coisas vão melhorar", explica o onze vezes campeão do torneio, e que tem como principal meta a 14ª conquista em Roland Garros. "Se eu conseguir fazer isso no próximo mês, que é quando vou competir mais, o que não fazia há muito tempo, espero alcançar o nível de tênis e de confiança de que preciso".

Duelo com Norrie nas quartas de final
Nadal enfrenta nas quartas o britânico Cameron Norrie, 58º do ranking, a partir das 11h (de Brasília) desta sexta-feira. O espanhol levou a melhor no único duelo anterior, disputado no Australian Open deste ano. "Ele é um jogador completo e que uma ótima atitude em quadra. Ele tem muita confiança e não vai me dar nada de graça. Se quiser ganhar, tenho que jogar em alto nível".

"Será uma partida que me exigirá novamente, mas é o que temos agora. Cada jogo é um teste importante e eu tento aproveitar. Amanhã é mais uma oportunidade de lutar muito, contra um adversário difícil. Estou nas quartas de final de um torneio em casa e, para mim, é uma oportunidade de avançar. Vou fazer todo o possível para que isso aconteça".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva