Notícias | Dia a dia
Nadal estreia às 11h e quer dar a volta por cima
20/04/2021 às 15h36

Barcelona (Espanha) - O espanhol Rafael Nadal irá abrir sua campanha no ATP 500 de Barcelona na próxima quarta-feira não antes das 11h (horário de Brasília) contra o bielorrusso Ilya Ivashka. Eliminado nas quartas de final no Masters 1000 de Monte Carlo, ele garante que a derrota é coisa do passado e que agora sua concentração está toda voltada ao saibro catalão.

“As conclusões que eu tirei daquela partida estão claras desde o início e não acho que haja mais o que falar sobre isso. Monte Carlo já passou. As derrotas, mesmo que não sejam positivas ou agradáveis, colocam todos no seu lugar e o meu lugar é aquele que o torneio me indicou. Estou em Barcelona e espero estar pronto jogar no nível que preciso”, comentou o espanhol.

"Há coisas a melhorar, pois cometi alguns erros na minha última partida. Se tenho treinado bem antes e faço besteiras na hora do jogo, é uma surpresa. Aconteceu assim e tenho que entender o que fiz de errado para não repetir. Claro que você fica mais em dúvida depois de uma derrota, mas o que precisa fazer é jogar para se recuperar”, acrescentou Nadal.

E há poucos palcos melhores para uma recuperação do espanhol do que em um lugar onde já venceu 11 vezes e no qual a quadra principal leva o seu nome. “Feliz por estar em Barcelona após um ano de ausência e quero jogar na Espanha mais uma vez. A partir daí, tentarei fazer as coisas certas”, comentou o atual número 3 do mundo, que pode voltar à vice-liderança se for campeão.

Nadal não acredita ter moleza pela frente contra um Ivashka que furou o quali e passou pela primeira rodada. “Vou encarar um adversário que acaba de ganhar vários jogos e a única coisa que posso fazer é continuar o meu processo. Não tenho jogado muito e é difícil voltar a competir. Monte Carlo foi um teste importante, onde houve coisas positivas no torneio. O negativo foi que perdi sem conseguir mostrar meu melhor”.

Além de falar sobre sua estreia, o canhoto de Mallorca também comentou sobre a presença confirmada do suíço Roger Federer em Roland Garros, colocando um ponto final nas dúvidas. “Falei com ele e sabia disso antes. Acho que é bom para o tênis em geral e para ele também”, observou Rafa.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva