Notícias | Dia a dia
Nadal diz que Djokovic é mais obcecado por recordes
19/04/2021 às 12h50

Barcelona (Espanha) - Recordista de títulos de Grand Slam ao lado do suíço Roger Federer, ambos com 20 conquistas, o espanhol Rafael Nadal falou sobre sua forma de encarar os recordes e as marcas no circuito. Em entrevista ao jornal britânico Metro, ele afirmou ter uma abordagem bem mais relaxada em relação a esse assunto do que tem o sérvio Novak Djokovic.

“Sou muito ambicioso, mas a minha é uma ambição saudável. Continuo curtindo o circuito e me dando a oportunidade de competir. Estou super satisfeito com minha carreira esportiva há anos e não me frustra cair em um torneio ou não ser capaz de quebrar um recorde”, disse o número 3 do mundo, que compete nesta semana no ATP 500 de Barcelona.

“Estou feliz jogando tênis, claro que quero ganhar mais Grand Slam, mas minha ambição é muito diferente da de Novak. Ele está muito focado nos recordes, eu o vejo mais obcecado por isso, embora não de forma negativa. Para ele essas coisas significam muito, mas minha abordagem é totalmente diferente”, acrescentou o canhoto de Mallorca.

Nadal explica que seu foco é em si mesmo e não em comparação com os outros. “Ter grandes adversários na minha frente ajuda a melhorar, mas eu jogo para mim e para minha equipe, não para bater meus rivais ou quebrar recordes. Eu entendo o esporte como uma forma de melhorar a cada dia, não porque quero superar meus rivais perigosos”.

Questionado sobre até quando pretende continuar jogando, o espanhol falou que o vencimento de contratos de patrocínio em 2024 não quer dizer nada. “Não dá para prever o futuro, já há muitos anos que assino contratos com outras marcas e isso não significa que jogarei até os 45 anos. Estou fazendo todo o possível para jogar o máximo que posso”, explicou.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva