Notícias | Dia a dia
Nadal: 'Não adianta reclamar, preciso treinar mais'
16/04/2021 às 17h11

Nadal teve dificuldades com o saque e tenta melhorar para o ATP de Barcelona na próxima semana

Foto: Corinne Dubreuil/ATP

Monte Carlo (Mônaco) - Depois de ser eliminado nas quartas de final do Masters 1000 de Monte Carlo, Rafael Nadal diz que não é hora de procurar desculpas ou de lamentar pelas oportunidades perdidas no duelo desta sexta-feira contra o russo Andrey Rublev. Para o espanhol, o mais importante é retomar a rotina de treinos o mais rápido possível e tentar corrigir o que não deu certo. Na semana que vem, ele disputa o ATP 500 de Barcelona

"É um jogo fácil de explicar. Se você enfrenta um adversário como o Rublev e não joga bem, não vai ter chance de vencer", disse Nadal após a derrota por 6/2, 4/6 e 6/2 em 2h32 de partida. "Não é hora de reclamar. Quando você não consegue fazer o que tinha que fazer na quadra, não adianta reclamar depois. A única coisa que posso fazer é ir para Barcelona e continuar treinando para tentar consertar as coisas que não funcionaram bem aqui".

Nadal sofreu sete quebras de serviço e enfrentou 15 break points na partida. "Por alguma razão, hoje tive problemas com meu saque. Não entendi porque. Eu não estava tendo problemas durante os treinos. Mas hoje foi um dia em que meu saque foi um desastre", avalia o espanhol, que terminou o jogo com 25 winners e 36 erros não-forçados. Rublev anotou 23 bolas vencedoras e fez 28 erros. 

"Quando você começa a pensar demais em colocar o saque dentro da quadra, isso te faz pensar só nisso e não nos pontos. E aí você não pode esperar vencer um jogador como Rublev perdendo o saque tantas vezes. Portanto, é impossível vencer. Ele é muito agressivo e está jogando muito. Fico feliz por ele, porque é um menino muito bom", acrescentou o atual número 3 do mundo. 

Em um dia com altos e baixos, Nadal teve 12 break points e conseguiu quatro quebras. Ele chegou a estar perdendo o segundo set por 4/2 e conseguiu virar, mas perdeu três games de serviço na parcial decisiva. "Não há necessidade de procurar uma explicação. Sinto que fiz uma boa preparação e que seria capaz de vencer este torneio. Tive um dia ruim".

"As condições hoje estavam um pouco mais difíceis para mim, mas ele foi melhor do que eu na maior parte do jogo. Tenho que melhorar as coisas que fiz de errado hoje. Eu lutei, dentro do possível, consegui vencer o segundo set e segui focado até o final, mas hoje não foi o meu dia".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva