Notícias | Dia a dia
Paire perde mais uma vez e volta a criticar o circuito
11/04/2021 às 18h12

Monte Carlo (Mônaco) - Muito afetado psicologicamente pelas medidas ligadas à pandemia, o francês Benoit Paire voltou a disparar contra a situação atual do circuito após sua eliminação na primeira rodada do Masters 1000 em Monte Carlo, neste domingo, superado pelo australiano Jordan Thompson com parciais de 6/4, 6/7 (3-7) e 7/6 (7-5), após 3h03 de batalha.

“Sinceramente, não dou a mínima para esse jogo. O tênis não me traz mais nada de feliz no momento. Estar aqui é uma tristeza absoluta, sendo que normalmente este é o melhor torneio do mundo. Francamente, não me importo e vou voltar para casa. Moro a duas horas de distância com meus pais”, falou o atual 35 do mundo.

“Que prazer posso ter jogando em tais condições? Os tenistas que me dizem que têm prazer em jogar em Monte Carlo, eu os respeito muito, mas francamente é uma tristeza ouvir isso deles. Dizem que é uma das quadras mais bonitas do mundo, mas isso mais parece um cemitério. A atmosfera é zero”, complementou Paire.

Após perder o primeiro set e deixar escapar uma quebra de vantagem em três oportunidades diferentes na segunda parcial, a vencendo apenas no tiebreak, Paire teve novamente um break de frente no terceiro e sacou e chegou a sacar para o jogo em 6/5, mas perdeu o serviço e se deu mal no novo desempate. Ele terminou o jogo com 18 duplas faltas e apenas 8 aces.

Responsável pela eliminação do descontente francês, Thompson poderá ter pela frente na segunda rodada o atual campeão do torneio, o italiano Fabio Fognini, mas para que isso aconteça o cabeça de chave número 15 terá antes que confirmar o favoritismo na estreia contra o sérvio Miomir Kecmanovic, em duelo marcado para a segunda-feira.

Apenas mais uma partida da chave principal de Monte Carlo foi disputada neste domingo. O belga David Goffin travou um duro embate com o croata Marin Cilic e no fim das contas confirmou a condição de 11º favorito, avançando com vitória por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6 e 6/0. Ele agora espera pelo italiano Marco Cecchinato ou pelo alemão Dominik Koepfer.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio