Notícias | Dia a dia
Há 15 anos, Federer e Djokovic duelavam pela 1ª vez
08/04/2021 às 19h36

Monte Carlo (Mônaco) - A rivalidade de 50 jogos entre Roger Federer e Novak Djokovic teve seu primeiro capítulo há exatamente 15 anos, quando o suíço e o sérvio duelaram pela rodada do Masters 1000 de Monte Carlo. O encontro aconteceu no dia 8 de abril de 2006. Na ocasião, Federer era o número 1 do mundo e estava com 24 anos. Já Djokovic tinha apenas 17 anos, ocupava o 67º lugar do ranking e vinha do quali no torneio. A partida foi equilibrada e o suíço venceu em três sets, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/3.

Federer faria um bom torneio e terminou com o vice-campeonato, mas o título foi de Rafael Nadal que levou a melhor em um duelo de 3h50 parciais de 6/2, 6/7 (2-7), 6/3 e 7/6 (7-2). Naquela época, as finais dos torneios Masters 1000 eram disputadas em melhor de cinco sets.

Atualmente, Djokovic lidera o histórico de confrontos contra Federer por 27 a 23, tendo vencido oito dos últimos dez jogos entre eles. O sérvio levou a melhor no duelo mais recente, a semifinal do Australian Open de 2020, enquanto a última vitória do suíço aconteceu na fase de grupos do ATP Finals de 2019.

Confira mais números do confronto
Os dois rivais também já protagonizaram 16 confrontos em Grand Slam, com 10 a 6 a favor de Djokovic. O sérvio também lidera a estatística de finais de campeonato, por 13 a 6. Entre as finais de Slam, a vantagem também é do atual líder do ranking, com quatro vitórias contra apenas uma do suíço.

Djokovic lidera o histórico de confrontos com Federer no piso duro, por 20 a 18, e também na grama por 3 a 1. No saibro, foram oito jogos, com quatro vitórias para cada lado. Curiosamente Federer venceu um set a mais nos confrontos, 74 a 73.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva