Notícias | Dia a dia
Barty volta ao saibro após quase 2 anos e vence fácil
08/04/2021 às 00h34

Campeã em Miami no sábado, Barty comemorou a sétima vitória consecutiva no circuito

Foto: Volvo Car Open

*Atualizado às 0h34 com vitórias de Stephens e Rogers

Charleston (EUA) -
 Em seu primeiro jogo no saibro desde o título de Roland Garros de 2019, Ashleigh Barty não se deixou abalar pelo longo período sem atuar nesse piso. A número 1 do mundo confirmou seu favoritismo na estreia do WTA 500 de Charleston com bastante tranquilidade, marcando as parciais de 6/2 e 6/1 contra a japonesa Misaki Doi, 77ª colocada, em apenas 61 minutos. Sua próxima rival será Shelby Rogers, que virou em cima de Amanda Anisimova. por 1/6, 7/5 e 6/4.

Barty disparou sete aces na partida, liderou a estatística de winners por 23 a 6 e cometeu 18 erros não-forçados, um a menos que sua adversária. Campeã no piso duro de Miami no último sábado, a australiana de 24 anos mostrou boa movimentação na quadra de har-tru (saibro verde) de Charleston e usou bastante seu característico slice de backhand na construção dos pontos de fundo.

Depois de um início de partida marcado por games longos e de salvar um break point ainda no terceiro game de disputa, Barty rapidamente abriu vantagem e conseguiu duas quebras consecutivas para vencer o primeiro set em 31 minutos. A líder do ranking tinha 9 a 3 em winners na parcial.

Na abertura do segundo set, Barty fez três duplas faltas e teve o serviço quebrado, mas retomou rapidamente o controle da partida. Ela devolveu a quebra de imediato, cedeu apenas mais cinco pontos em seu saque e conseguiu outras duas quebras de serviço contra a japonesa. Durante o segundo set, Doi só venceu quatro dos 16 pontos jogados em seu saque.

Gauff vence mais uma, Mertens é surpreendida
Ainda na tarde desta quarta-feira, a promessa norte-americana de 17 anos Coco Gauff venceu seu segundo jogo em Charleston e garantiu vaga nas oitavas. A número 36 do mundo precisou de 2h para vencer a russa Liudmila Samsonova por 4/6, 6/1 e 6/4. Sua próxima adversária é a também anfitriã Lauren Davis, algoz da número 4 do mundo Sofia Kenin no início da rodada.

Outra favorita a se despedir foi a belga Elise Mertens, sétima cabeça de chave em Charleston, que perdeu por 6/3 e 7/5 para a experiente francesa de 31 anos Alizé Cornet. Nas oitavas, Cornet enfrenta a tunisiana Ons Jabeur, 12ª favorita, que venceu a jovem norte-americana de 19 anos Hailey Baptiste por duplo 6/3.

Stephens elimina Keys
Vencedora do torneio em 2016, Sloane Stephens levou a melhor no duelo norte-americano com Madison Keys, campeã em 2019, e marcou um duplo 6/4 em 1h32 de partida. A ex-número 3 do mundo e atual 57ª do ranking conseguiu uma quebra em cada set. Keys liderou a contagem de winners por 26 a 15, mas cometeu 23 erros contra 11 de Stephens. Sua próxima rival é a australiana Ajla Tomljanovic.

A derrota não deve impactar tanto no ranking de Madison Keys. Isso porque os 470 pontos referentes ao título de 2019 já foram descontados na última segunda-feira, tanto que ela já caiu do 19º para o atual 24º lugar. Ela poderia recuperar espaço nesta semana, e também na semana que vem, já que segue em Charleston para jogar um WTA 250

Muguruza e Kvitova atuam pela manhã
A espanhola Garbiñe Muguruza e a tcheca Petra Kvitova jogam na manhã desta quinta-feira pelas quartas de final. Muguruza abre a rodada às 11h (de Brasília) contra a cazaque Yulia Putintseva, enquanto Kvitova atua na sequência diante da montenegrina Danka Kovinic.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG