Notícias | Dia a dia
Bia pode saltar no ranking nos próximos cinco meses
06/04/2021 às 08h40

Bia é uma das raras exceções no circuito que não precisará defender pontos nos próximos cinco meses

Foto: Arquivo
por Mário Sérgio Cruz

A conquista do ITF W25 de Villa Maria no último domingo e a volta ao top 300 do ranking prevista para a próxima segunda-feira não foram as únicas boas notícias para Beatriz Haddad Maia. Com o início do processo de descongelamento do ranking da WTA, que a partir desta semana vai retirar gradualmente os pontos obtidos em 2019, a atual número 3 do Brasil e 331ª mundo será uma das poucas jogadoras do circuito profissional que não defende resultados e só tem a somar até o final de agosto. Dessa forma, tem chances de dar um salto no ranking se tiver boas campanhas em seus próximos torneios.

Isso acontece porque Bia já sofreu o desconto dos pontos obtidos em 2019. Como ela precisou cumprir uma suspensão de dez meses por doping, entre julho de 2019 e maio 2020, não teve direito ao congelamento do ranking. Tanto é que ela foi parar no último lugar, a 1.342ª posição, com apenas dois pontos em 31 de agosto de 2020. A recuperação de Bia começou a ser feita a partir de setembro do ano passado. Ela disputou seis torneios portugueses em quadras de piso duro, com quatro títulos, um vice e uma semifinal. Com isso, terminou a temporada de 2020 já na 358ª colocação.

+ WTA começa a descongelar ranking em 5 de abril
+ Bia sobe e deve voltar ao top 300 na próxima semana

+ Bia vira jogo de 3h15 e ergue o 1º troféu do ano

Bia disputa nesta semana seu terceiro torneio seguido na Argentina. Depois de ir do quali até as oitavas em Buenos Aires e ser campeã em Villa Maria, conquistando 57 pontos em duas semanas, a canhota de 24 anos está na chave do ITF W25 de Córdoba. O torneio vale mais 50 pontos que serão computados no ranking do dia 19 de abril.

Nas duas próximas semanas, a paulistana voltará a Portugal para a disputa de um ITF W60 e um ITF W25, nas quadras de saibro de Oeiras. A ex-número 58 do mundo só começa a defender pontos na primeira semana de setembro.

Cé inicia defesa do ranking em maio
Enquanto Bia só tem a somar nos próximos meses, a atual número 1 do Brasil Gabriela Cé tentará a partir de maio* defender sua atual 249ª colocação no ranking da WTA. A gaúcha chegou a duas finais de ITF W25 no saibro europeu em maio de 2019, além de ter feito uma campanha do quali até as quartas. Com isso, defende 71 pontos no mês que vem. Já em junho, a canhota de 28 anos terá mais 36 pontos a manter.

Cé também fez uma boa campanha no WTA de Palermo de 2019, quando foi do quali até as oitavas em um torneio da elite do circuito. Esses 48 pontos, obtidos em julho daquele ano, serão descontados após 104 semanas, independentemente de quando será a próxima edição, ainda sem data marcada. 

Em setembro, ela defende 29 pontos pela semifinal de um ITF W60 em Montreux, na Suíça. Por último, em novembro, terá mais 36 pontos a manter a duas campanhas até as quartas em torneios ITF W60 no Chile e Paraguai, disputados há duas temporadas.


* Até o presente momento, a WTA não especificou em seu site ou mesmo no regulamento oficial como será feito o descongelamento de pontos de 2019 de torneios de nível ITF. No entanto, a projeção é feita a partir do critério das 104 semanas (ou dois anos), adotado na maioria dos cenários predeterminados pela entidade.


Bola Wilson Championship Pack com 3 Tubos: R$ 119,90

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva