Notícias | Dia a dia
Polonês ex-top 10 não poupa elogios para Hurkacz
05/04/2021 às 13h40

Varsóvia (Polônia) - Considerado o melhor tenista polonês da história, com 52 títulos em duplas e 15 em simples, Wojtek Fibak falou sobre o grande momento do compatriota Hubert Hurkacz, que no último domingo conquistou seu maior título da carreira ao triunfar no Masters 1000 de Miami e que nesta segunda-feira entrou no top 20 pela primeira vez.

"O que Hurkacz está conseguindo é algo empolgante para a Polônia. Eu o vi jogar pela primeira vez como juvenil em Roland Garros e lembro que seu jeito de andar parecia, para mim, mais o de um jogador de basquete”, afirmou o polonês de polonês de 68 anos, ex-top 10 em simples e ex-número 2 do mundo nas duplas, para o site da ATP.

“Fiquei impressionado com sua ótima defesa e ótima mão, me lembrou um pouco Andy Murray, mas naquela época ele não era tão consistente como agora. Com o tempo, foi ganhando força e isso o tornou um jogador ainda mais perigoso”, complementou Fibak.

Em dezembro passado, a lenda do tênis polonês convidou Hurkacz para uma conversa de mais duas horas com ele em sua casa. Fibak o aconselhou a ser mais agressivo em seu jogo, mais ofensivo. “Ele nunca será arrogante, mas pode ter um pouco de atrevimento. Talvez fosse algo que faltava antes e agora está um pouco melhor e isso é algo que ajuda muito”, analisou.

“Achava que seu potencial era maior do que estava mostrando, a ponto de poder vencer torneios e não apenas chegar às quartas de final. Acho que Hurkacz é um dos tenistas mais talentosos do circuito e que poderia estar no top 10, ou até no top 5. Ele é um jogador completo, não tem pontos fracos. Muitos hoje em dia não sabem como reagir na rede e lá se dá muito bem”, acrescentou Fibak.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva