Notícias | Dia a dia
Hurkacz volta a surpreender e tira Rublev na semi
02/04/2021 às 21h40

No caminho para a final, o polonês também derrotou Raonic, Shapovalov e Tsitsipas

Foto: Mike Lawrence/ATP

Miami (EUA) - Pelo segundo dia seguido, o polonês Hubert Hurkacz surpreendeu um integrante do top 10 e garantiu vaga na final do Masters 1000 de Miami. Um dia depois de ter eliminado o número 5 do mundo Stefanos Tsitsipas nas quartas de final, Hurkacz também superou o oitavo colocado Andrey Rublev. O polonês de 24 anos e 37º do ranking marcou as parciais de 6/3 e 6/4 em 1h27 de partida.

Hurkacz segue sem perder para Rublev no circuito, já que também havia levado a melhor no Masters 1000 de Roma no ano passado. O polonês também comemora a sétima vitória da carreira contra top 10. Durante a campanha para a final em Miami, ele também derrotou os canadenses Denis Shapovalov e Milos Raonic, números 11 e 19 do ranking, e também o norte-americano Denis Kudla.

Com os 600 pontos já garantidos em Miami e apenas 45 a defender pela campanha de 2019 -a edição de 2020 foi cancelada devido à pandemia- Hurkacz certamente terá o melhor ranking da carreira. Ele já se aproxima do inédito 25º lugar. Se for campeão, estará no grupo dos 20 melhores do mundo.

Hurkacz tem dois títulos de ATP, o primeiro foi conquistado em 2019 em Winston-Salem e o segundo no início deste ano em Delray Beach. Seu adversário na final de domingo será o italiano Jannik Sinner, promissor atleta de 19 anos e 31º do ranking. O confronto entre eles é inédito no circuito profissional.

+ Hurkacz: 'Ficar positivo no 2º set foi fundamental'
+ Para Hurkacz, sucesso de Iga Swiatek é fonte de inspiração

Rublev deixa escapar uma grande oportunidade de alcançar uma inédita final de Masters 1000. O russo de 23 anos vive o melhor momento da carreira, com cinco títulos na temporada passada, incluindo três ATP 500, e mais uma conquista em Roterdã no início do ano. Ele já tem oito conquistas no circuito e buscava a 11ª final da carreira.

Polonês teve início arrasador, mas sofreu para fechar
O início de partida foi arrasador para Hurkacz, que venceu 12 dos primeiros 15 pontos disputados e rapidamente abriu 3/0 no placar. O polonês vinha sem ter o saque ameaçado e conseguiu uma nova quebra para abrir 5/1. Até aquele momento, ele só havia perdido quatro pontos em seu serviço.

No entanto, perdeu três set points quando sacava para o set e permitiu que Rublev devolvesse uma das quebras. No game seguinte, o russo salvou outro set point e confirmou o serviço. Pressionado, o polonês novamente encarou um game longo em sua segunda chance de sacar para fechar, mas desta vez aproveitou a chance.

Logo na abertura do segundo set, Hurkacz conseguiu mais uma quebra de serviço. E mais uma vez, o polonês vinha confirmando seus games de forma tranquila, sem enfrentar break points. Por outro lado, Rublev escapou de uma nova quebra no quinto game, quando perdia por 3/1, que poderia ser decisiva.

Hurkacz jogou de forma consistente do fundo de quadra, suportou os ralis mais longos, apesar da potência dos golpes do russo, liderou por 5/3 e chegou ao match point no saque do adversário. Rublev escapou da derrota e confirmou o serviço. Na hora de sacar para o jogo, o polonês colocou poucos primeiros serviços em quadra e escapou de três break points antes de finalmente ter uma nova chance de finalmente fechar a partida. 

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG