Notícias | Dia a dia
Andreescu volta a uma final depois de 19 meses
02/04/2021 às 02h36

Miami (EUA) - Em seu terceiro torneio após o retorno da grave contusão no joelho, a canadense Bianca Andreescu voltou a mostrar toda a qualidade do seu tênis e jogará sua primeira final desde que conquistou o US Open, em setembro de 2019. Para isso, ela superou outra partida dificílima, desta vez diante da habilidosa grega Maria Sakkari, marcando as parciais de 7/6 (9-7), 3/6 e 7/6 (7-4).

Para chegar ao quarto título da carreira em cinco finais, Andreescu terá agora de superar a número 1 do mundo Ashleigh Barty, a quem nunca enfrentou. Atual campeã de Miami, a australiana teve um jogo tranquilo à tarde diante da ucraniana Elina Svitolina e venceu por duplo 6/3. A decisão feminina de Miami está marcada para as 14 horas de sábado.

A campanha de Andreescu em Miami tem sido desgastante. Ela venceu até agora quatro jogos seguidos no terceiro set, superando batalhas também diante de Amanda Anisimova, Garbiñe Muguruza e Sara Sorribes. Aos 20 anos, a número 9 do mundo já garantiu o retorno ao sexto lugar, independente do eventual título de domingo. Estará dois postos abaixo de seu recorde pessoal de 2019, temporada em que venceu Indian Wells, Toronto e US Open.

Sakkari, que salvou seis match-points nas oitavas antes de surpreender a cabeça 2 Naomi Osaka, segue com apenas um título de WTA, conquistado na temporada 2019 em Rabat. Ela buscava a terceira final da carreira, mas poderá comemorar o retorno ao top 20 do ranking na segunda-feira, já que subirá cinco lugares com os pontos obtidos.

Reações num jogo intenso
Duas jogadoras com variados recursos que jamais haviam se cruzado no circuito, Andreescu e Sakkari lutaram demais pelo primeiro set. A canadense começou mais firme, obteve quebra e abriu 4/1, mas pouco a pouco a grega reagiu, se recuperou no sétimo game e aí a batalha foi ponto a ponto, com quase todos os games bem intensos. A decisão tinha mesmo de ir ao tiebreak e aí vieram quatro quebras nos oito primeiros pontos. Sakkari teve dois set-points, o segundo deles com saque no 7-6, mas Andreescu não se intimidou, seguiu forçando golpes e ganhou três pontos seguidos.

A grega não pareceu abatida no começo do segundo set. Confirmou rapidamente o serviço e teve break-point em seguida, que a adversária salvou com coragem. Aí Sakkari teve problemáticos altos e baixos e, depois de evitar a quebra por três vezes, acabou por ceder o serviço e viu Andreescu abrir 3/1. Veio então um erro imperdoável da canadense, que errou voleio facílimo na hora de fazer 4/2. Batalhadora, a grega ganhou energia e arrancou para a virada diante de uma Bianca dando sinais de cansaço.

Sakkari parecia a jogadora mais inteira no começo do terceiro set e pela primeira vez na partida isso resultou a ela uma vantagem importante. Com físico privilegiado e contragolpes potentes, dominou Andreescu e viu a oponente cometer erros de escolha e execução, que resultaram num 4/2. Mas ninguém se entregou. A canadense encontrou forças para bater incrivelmente bem na bola, recuperar a quebra e virar para 5/4. Com tudo empatado, cometeu duas duplas faltas e deu perigosa vantagem a Sakkari, que no entanto falhou na hora de sacar para a vitória.

Veio mais um tenso tiebreak e aí Andreescu se mostrou mais firme e menos ansiosa, abrindo 5-2 antes de enfim vencer a batalha de 2h48.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG