Notícias | Dia a dia
Miami verá um campeão inédito em Masters 1000
01/04/2021 às 08h48

Campeão do Finals em 2019, Tsitsipas tenta Masters 1000 inédito após dois vices

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Com a eliminação do russo Daniil Medvedev nas quartas de final do Masters 1000 de Miami, um novo campeão neste nível de evento será coroado. Isso porque nenhum dos dois já garantidos nas semifinais, o espanhol Roberto Bautista e o italiano Jannik Sinner, e dos outros quatro postulantes à outra semi já ergueram taças deste porte.

Dos seis restantes na chave, somente Bautista e o grego Stefanos Tsitsipas sabem o que é fazer uma final de Masters 1000. O espanhol tem um vice-campeonato solitário em Xangai, superado na final pelo britânico Andy Murray e o atual número 5 do mundo foi vice duas vezes, a primeira em Toronto 2018 e a outra em Madri 2019.

Os outros quatro fazem suas respectivas melhores campanhas da carreira. Sinner, de apenas 19 anos, disputará uma semifinal de Masters 1000 pela primeira vez. O russo Andrey Rublev, o polonês Hubert Hurkacz e o norte-americano Sebastian Korda tentam fazer o mesmo, sendo que os dois primeiros já haviam feito quartas em outros eventos.

Além de ser o tenista com mais experiência em fases agudas de Masters 1000 ainda com chance de título, Tsitsipas também tem uma estatística favorável que envolve os campeões. Com seus 22 anos, o grego está na faixa de idade que mais conquistou títulos: 34 conquistas neste nível até então.

Contudo, Tsitsipas tanta ser o primeiro grego a triunfar em Masters 1000, embora já tenha no currículo uma conquista da ATP Finals. Hurkacz também busca um título inédito a seu país e Sinner apenas o segundo da Itália. Já Bautista luta pelo 55º Masters 1000 espanhol, Korda pelo 49º norte-americano e Rublev pelo 14º russo.

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG