Notícias | Dia a dia
Sebastian Korda tenta ser mais um filho de sucesso
30/03/2021 às 11h39

Miami (EUA) - Um dos destaques na disputa do Masters 1000 de Miami neste ano, o norte-americano Sebastian Korda tenta escrever seu nome no circuito e seguir os passos do pai Petr Korda, campeão do Australian Open em 1998, algo que não é tão comum no circuito. Segundo destacou o Marca, poucas famílias brilharam no circuito em gerações diferentes.

Até o momento, os mais bem-sucedidos foram os australianos Fred e Sandon Stolle, ambos com conquistas de Grand Slam no currículo. Patriarca da família, Fred venceu Roland Garros em 1965 e o US Open em 1966 e ainda conquistou mais 10 títulos de Slam nas duplas. Seu filho Sandon teve menos destaque, mas venceu o US Open nas duplas em 1998.

Outro filho que teve destaque foi Taylor Dent, que chegou a ser 21 do mundo, mas não passou perto de fazer uma final de Slam como o pai Phil Dent, vice-campeão do Australian Open em 1974. Ainda nessa lista se encontram Leif e Joachim Johansson e Cristophe e Edouard Roger-Vasselin.

+ Korda derruba Karatsev e vai desafiar Schwartzman

Korda não é o único em atividade no circuito a seguir os passos do pai, algo que também faz o norueguês Casper Ruud, este conseguindo superar o que o pai Christian fez. Ele venceu seu primeiro título no ano passado, no saibro do ATP 250 de Buenos Aires, e se tornou o norueguês de melhor ranking na história.

"Acho que a nível da experiência, tenho uma das melhores equipes à minha volta. Meu pai foi campeão de Grand Slam e minha mãe esteve entre as 30 melhores. Meu técnico, Radek (Stepanek) é como meu irmão, estamos sempre em contato. E ainda tenho um mentor como Andre Agassi. Não acho que poderia ter um time melhor. Há muita experiência e muito conhecimento neles", afirma Sebastian Korda, que está nas oitavas em Miami.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva