Notícias | Dia a dia
Osaka tenta se adaptar ao calor e lentidão de Miami
27/03/2021 às 10h05

Miami (EUA) - Diante de um torneio em que historicamente não tem obtido grandes campanhas, Naomi Osaka aprovou sua estreia de sexta-feira no WTA 1000 de Miami, em que encontrou resistência da australiana Alja Tomljanovic e venceu em duros sets de 7/6 (7-3) e 6/4.

"As condições aqui de Miami estão muito diferentes da Austrália e de Los Angeles, onde estive treinando nas últimas semanas", destacou a vice-líder do ranking, que conquistou seu quarto Grand Slam em Melbourne há um mês e desde então não competiu mais.

"Aqui temos um misto de calor forte e quadra lenta. Eu gosto de suar bastante em quadra, porque isso mostra que estou me esforçando", observou. "Meu corpo sempre se adapta bem a isso, mas é inegável que o clima me afetou em alguns momentos da partida em que não pude executar o golpe da forma que queria. De qualquer forma, foi muito bom ganhar em dois sets e economizar energia".

Em suas participações mais recentes em Miami, a japonesa não foi longe, porém isso não a incomoda. "Cada derrota teve um histórico. Em um ano eu vinha do título em Indian Wells e me sentia muito cansada. No outro, não estava bem na quadra dura. Isso tudo está no passado".

Osaka diz que tem uma motivação a mais para lutar pelo título e quem sabe recuperar a liderança do ranking: a família a acompanha em Miami. "Minha mãe está na arquibancada, mas meu pai prefere não ver meus jogos porque fica muito nervoso e então vai caminhar e acompanha o placar de longe. Ter a companhia dos dois não acontecia desde o Australian Open do ano passado e voltar a tê-los tão perto é incrível".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva