Notícias | Outros
Tenista potiguar é aceita em 13 universidades nos EUA
25/03/2021 às 12h09

Nova York (EUA) - Depois de dois anos de dedicação ao high-school, a tenista potiguar Sofia Gurgel conseguiu um feito notável: foi aceita por nada menos que 13 importantes universidades norte-americanas para cursar Medicina, entre elas Denver, Florida State, Connecticut, Delaware e Pittsburgh. Sofia estudou o correspondente ao segundo grau brasileiro na Hoosac School, onde também desenvolveu sua aptidão nas quadras.

"Tenho certeza de que a Hoosac School e o programa de tênis que desenvolvemos aqui contribuíram muito para que Sofia realizasse esse sonho", afirmou o experiente Ricardo Pereira, que é diretor de tênis da escola e foi responsável direto pela oportunidade que ela recebeu de estudar na tradicional escola que fica próxima a Nova York. "Cada vez mais eu acredito que estudar em uma high-school ajudará muito o estudante-atleta brasileiro a garantir vagas em grandes universidades".

O próprio Ricardo Pereira foi um estudante nos EUA, tendo recebido bolsa integral para a Universidade Concordia, em Nova York, após se destacar no Orange Bowl. Chegou ao número 1 de sua universidade em simples e duplas por quatro anos e figurou no top 5 nacional. "Mas eu também aproveitei a oportunidade para a formação acadêmica e me formei em Administração de Empresas e em Matemática". Como treinador, trabalhou com grandes nomes do tênis brasileiro como Thomaz Bellucci, Leonardo Kirche, Caio Zampieri e Tiago Lopes.

Tênis e estudos juntos
Sofia nasceu em Natal, começou a jogar tênis aos 7 anos e, três temporadas depois, já se preparava para competições com o técnico Didier Rayon. "Como entusiasta do tênis, sempre imaginei minhas filhas envolvidas no esporte da minha vida", conta o pai José Gurgel. "Mas Sofia não queria só isso, sempre foi dedicada nos estudos, aluna brilhante. E ao longo da vida alimentou o desejo de estudar nos Estados Unidos. Conhecemos o treinador Ricardo Pereira que nos ofertou a possibilidade de unir as duas coisas na Hoosac School, um ensino de alto nível acoplado ao treinamento. O resultado não poderia ser diferente: mantida no esporte e ao mesmo tempo abrindo portas para universidades renomadas".

Com perfeita adaptação à cultura norte-americana, Sofia recebeu também convite para Loyola, Penn State, Providence College, Purdue, Richmond, Stony Brook, Suny e Union College e aguarda resposta de mais sete universidades: Tulane, Duke, Bates College, Wake Forest, Maryland, Williams College e Emory. "Ter alguém de confiança como o Ricardo Pereira para estar por perto fez muita diferença para mim, como mãe", revela Karla Gurgel. "Sofia teve excelente adaptação, se destacou academicamente e nos surpreendemos quando no final do ano foi reconhecida com destaque em algumas disciplinas e ainda eleita como Senior Perfect, uma espécie de líder dos líderes da comunidade de estudantes".

Bolsas a brasileiros
A nova temporada da Hoosac School está prestes a dar largada e bolsas de estudos estão disponíveis para tenistas brasileiros, conforme avaliação a ser feita por Ricardo Pereira. "Acho que esse caminho é o ideal para quem tem o sonho de estudar fora do Brasil jogando tênis, vivenciar a cultura norte-americana e se preparar para ingressar nas maiores universidades do mundo".

A Hoosac School tem enorme tradição. Foi fundada há mais de 130 anos e é supervisionada diretamente pelo Conselho de Nova York. Atualmente, possui alunos de 31 diferentes países e mantém currículo esportivo não apenas para o tênis, mas também para atletismo, basquete, futebol e vôlei, entre os mais populares. Sua localização é privilegiada: está a 3 horas de Manhattan e de Boston e a 4 horas de Montréal.

Para saber mais detalhes sobre a Hoosac School e o processo seletivo de 2021, faça contato com Ricardo Pereira pelo whatsapp 11 99787-0749 ou pelo email rpereira@hoosac.org. Para conhecer as instalações e o histórico da Hoosac, acesse o site oficial: hoosac.org.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva