Notícias | Dia a dia
Kyrgios se oferece para ajudar quem tem depressão
21/03/2021 às 08h00

Camberra (Austrália) - Polêmico dentro e fora das quadras, o australiano Nick Kyrgios não tem medo de se arriscar no que acredita ser correto, embora algumas vezes exagere ao querer defender seu ponto de vista. Agora, o atual número 50 do mundo resolveu se oferecer, através das redes sociais, a ajudar aquelas pessoas que sofrem com depressão.

“Esta mensagem é dirigida a quem tem dificuldade em encontrar motivação. Aqueles que têm dificuldade em descobrir qual é o seu propósito. Para quem tem dias em que nem quer sair da cama. Tudo está bem. Eu estive em lugares dos quais não me orgulho”, escreveu Nick em sua conta no Istagram.

“Havia pessoas que me diziam o tempo todo que eu era um talento desperdiçado ou uma decepção. Tive que lidar com um racismo nojento e pessoas próximas me falando que haviam perdido as esperanças em mim”, acrescentou o australiano, que perdeu a motivação para competir e aproveitou a pausa no circuito forçada pelo coronavírus para colocar a cabeça no lugar.

+ Antes da pandemia Kyrgios pensava em dar um tempo
+ Kyrgios fala sobre racismo e seus arrependimentos

Depois de ficar praticamente um ano inteiro sem jogar, Kyrgios voltou neste ano nos torneios australianos, mas depois da eliminação no Australian Open não competiu mais, pois alega que a pandemia é um dos fatores que o faz pensar se vale a pena ficar viajando.

Kyrgios terminou seu recado de maneira positiva. “Eu sei o que é pensar que ninguém entende o que se passa na sua cabeça. Para você, eu digo a você agora mesmo, que tudo vai ficar bem. Aproveite esta vida maravilhosa à sua frente. Faça o que te faz feliz. Não tome nada como garantido. Você, fique à vontade para entrar em contato comigo se se sentir perdido ou se não aguentar mais. Eu estou aqui para você”.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Nick Kyrgios (@k1ngkyrg1os)

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio