Notícias | Dia a dia
Li e Fernandez representam nova geração nas semis
19/03/2021 às 20h32

Leyah Fernandez, de 18 anos, tenta alcançar sua segunda final na elite do circuito profissional

Foto: Divulgação

Monterrey (México) - A nova geração do circuito segue mostrando força durante o WTA 250 de Monterrey. No início da rodada desta sexta-feira, a canadense de 18 anos Leylah Fernandez, 88ª do ranking, e a norte-americana de 20 anos Ann Li, 72ª colocada, venceram seus jogos e estão garantidas na semifinal do torneio mexicano em quadras duras.

Li surpreendeu a chinesa Saisai Zheng, cabeça 3 do torneio e 52ª do ranking, ao marcar as parciais de 7/5 e 6/1 em 1h48 de partida. Filha de imigrantes chineses, a norte-americana marcou sua sétima vitória em oito jogos na temporada. Ela tenta alcançar a segunda final da carreira, repetindo o que fez no Grampians Trophy, um dos três WTA 500 que o Melbourne Park recebeu em fevereiro.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Abierto GNP Seguros (@abiertognpseguros)

A única derrota de Li neste início de ano foi para a top 10 Aryna Sabalenka no Australian Open. Isso porque o torneio preparatório que ela disputou acabou sem campeã por falta de datas, e tanto a norte-americana quanto a estoniana Anett Kontaveit receberam pontos e premiação de vice. Sua próxima rival pode ser a suíça Viktorija Golubic ou a russa Anna Kalinskaya, ambas vindas do quali.

Vitória de Fernadez teve arbitragem brasileira
A vitória de Fernandez teve um roteiro parecido. A jovem canadense precisou de 1h56 para vencer a eslovaca Viktoria Kuzmova, 104ª do ranking, por 7/5 e 6/3. A partida teve arbitragem brasileira, a cargo do experiente paulista Luiz Parada, natural de Santos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Abierto GNP Seguros (@abiertognpseguros)

Só o primeiro set durou 1h25. A canadense encarou algumas dificuldades com o toss, especialmente por conta dos contrastes entre sol e sombra na quadra. Cada jogadora enfrentou nove break points e Fernandez conseguiu duas quebras, a última contando com uma dupla-falta da rival no game que decidiu o set. Na parcial seguinte, a jovem de 18 anos conseguiu mais duas quebras. Fernandez liderou a estatística de winners por 38 a 25 e cometeu 41 erros contra 50 de Kuzmova.

Campeã juvenil de Roland Garros em 2019 e finalista do WTA de Acapulco no ano passado, a canhota Leylah Fernandez ainda busca seu primeiro título na elite do circuito. Sua próxima rival no torneio virá do jogo entre a eslovaca Anna Karolina Schmiedlova e a espanhola Sara Sorribes, campeã em Guadalajara no último sábado.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva