Notícias | Dia a dia
Zverev afirma que ranking atual virou uma bagunça
15/03/2021 às 15h56

Acapulco (México) - Segundo mais bem cotado ao título no ATP 500 de Acapulco, o alemão Alexander Zverev vai estrear na competição nesta segunda-feira por volta das 22h30 contra o promissor espanhol Carlos Alcaraz, convidado da organização. Antes de abrir campanha no torneio, ele disparou contra o formato que o ranking atual tomou com o congelamento dos pontos.

“O ranking realmente não importa para mim e muito menos com o sistema de pontuação que temos agora. Quer dizer, eu deveria ser o 4º ou 5º melhor do mundo (é o número 7 agora) com o sistema normal, mas o que temos agora é um pouco absurdo”, reclamou o descontente Zverev em entrevista ao Fox Sports México.

+ Zverev reclama das bolas em Roterdã e diretor rebate
+ Medvedev acaba com escrita de 16 anos do Big Four

Para o germânico, a estrutura atual virou meio que uma bagunça. “O ranking é apenas um número no momento e não faz o menor sentido. Sou o maior torcedor de Roger Federer que existe, mas ele não jogava torneio há um ano (voltou semana passada em Doha) e está acima de mim no ranking”, analisou o sétimo colocado na ATP.

“Disputei uma final de Grand Slam, a final de um Masters 1000, ganhei um ou dois torneios no último ano. Acho que neste momento o sistema de pontuação está uma bagunça e que não devemos dar muita atenção a ele”, complementou Zverev, que atualmente está 740 atrás de Federer e não tem como passar o suíço antes do Masters 1000 de Miami.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva