Notícias | Dia a dia
Com rápida adaptação, Bouchard é finalista no México
13/03/2021 às 02h55

Apesar de ter apenas um título de WTA, Bouchard já vai para a oitava final da carreira

Foto: Divulgação

* Atualizada com resultado da segunda semifinal

Guadalajara (México) -
Apesar da maratona de jogos nas últimas semanas e de uma mudança drástica de fuso-horário e condições de jogo, Eugenie Bouchard conseguiu a quarta vitória seguida no WTA 250 de Guadalajara e garantiu vaga na final do torneio mexicano. A canadense superou nesta sexta-feira a italiana Elisabetta Cocciaretto, jovem de 20 anos e vinda do qualificatório, por 6/2 e 7/6 (7-2).

Bouchard foi finalista de duplas no WTA 250 de Lyon no último domingo, ao lado da sérvia Olga Danilovic, e teve pouco tempo de adaptação. O torneio francês aconteceu em quadras duras e cobertas. Já a competição mexicana, além de ser um ambiente aberto, ainda conta com fatores como a incidência do vento e a altitude. Ainda assim, a canadense conseguiu vencer quatro jogos desde a última terça-feira.

Bouchard vai para sua oitava final no circuito
Vice-campeã de Wimbledon em 2014 e ex-número 5 do mundo, Bouchard está com 27 anos e atualmente ocupa apenas o 144º lugar do ranking mundial. Apesar de ter apenas um título de WTA, conquistado no saibro de Nuremberg há quase sete anos, ela já vai para sua oitava final no circuito. A mais recente havia acontecido no ano passado, nas quadras de saibro de Istambul.

Agora treinada pela australiana Rennae Stubbs, ex-número 1 de duplas, Bouchard está aos poucos recuperando os bons resultados. Além das recentes finais já citadas, em simples e duplas, ela também chegou às quartas em outros dois torneios da WTA na temporada passada, em Auckland e Praga, e também parou na terceira rodada de Roland Garros, sendo superada pela campeã Iga Swiatek.

Italiana venceu cinco rivais seguidas, incluindo a cabeça 1
Já Cocciaretto encerra uma ótima semana em Guadalajara e mostra que a nova geração do tênis italiano também vem forte no circuito feminino. Vinda do quali, a atual 139ª do ranking venceu cinco jogos seguidos, incluindo a argentina Nadia Podoroska, semifinalista de Roland Garros, número 46 do mundo, e principal cabeça de chave do torneio.

Na outra semifinal,  a espanhola Sara Sorribes, cabeça 4 do torneio e 71ª colocada, derrotou a tcheca Marie Bouzkova, segunda favorita e número 50 do mundo, por 6/3 e 7/6 (7-3) e irá em busca de seu primeiro título de primeira linha no circuito.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva