Notícias | Dia a dia
Semifinalista, Bouchard encara maratona de jogos
12/03/2021 às 16h28

Aos 27 anos, Bouchard tenta alcançar sua oitava final de WTA na carreira

Foto: Divulgação

Guadalajara (México) - Semifinalista do WTA 250 de Guadalajara, Eugenie Bouchard tem encarado uma maratona de jogos nos últimos dias. Na semana passada, a canadense foi vice-campeã de duplas no WTA de Lyon, em quadras duras e cobertas, jogando ao lado da sérvia Olga Danilovic. O torneio terminou no domingo. Só então, ela viajou da França para o México e teve pouco tempo de adaptação antes de estrear na terça-feira, mas já conseguiu três vitórias seguidas em simples. A competição mexicana, além de ser um ambiente aberto, ainda conta com fatores como a incidência do vento e a altitude.

"Estou super orgulhosa de mim mesma porque os últimos dias foram uma loucura. Eu nunca tive que chegar em um país na noite anterior à do meu jogo de estreia numa chave principal de torneio. Vim de outro continente, de um ginásio coberto para uma quadra externa, em diferentes condições e diferentes fusos-horários", disse Bouchard, depois da vitória nas quartas sobre a norte-americana Caty McNally por 6/4 e 6/3.

"Eu apenas disse a mim mesma que deveria tentar o meu melhor e ver o que acontecia. Tive jogos todos os dias. E então nem tive muito tempo para pensar nisso. Estou muito grata por poder ficar mais um dia aqui", acrescenta a canadense de 27 anos, que já foi número 5 do mundo em 2014, mas atualmente aparece apenas no 144º lugar do ranking mundial. Ela tem apenas um título de WTA, mas já disputou sete finais, inclusive em Wimbledon.

Agora treinada pela australiana Rennae Stubbs, ex-número 1 de duplas, Bouchard está aos poucos recuperando os bons resultados. Além da recente final de duplas na França, a canadense também conseguiu campanhas importantes em simples na temporada passada, com destaque para a final do WTA de Istambul e a terceira rodada de Roland Garros, sendo eliminada pela campeã Iga Swiatek.

Bouchard entra em quadra nesta sexta-feira às 22h (de Brasília) contra a jovem italiana de 20 anos Elisabetta Cocciaretto, 134ª do ranking. A outra semifinal acontece na sequência e envolve a tcheca Marie Bouzkova, segunda favorita e número 50 do mundo, contra a espanhola Sara Sorribes, cabeça 4 do torneio e 71ª colocada.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva