Notícias | Dia a dia
ATP terá congelamento parcial dos pontos até agosto
03/03/2021 às 12h46

Classificação para o ATP Finals não muda e será feita pelo ranking da temporada

Foto: Arquivo

Miami (EUA) - Mais uma vez a ATP tratou de mudar a forma de computar os pontos do ranking. Ainda em tempos de pandemia e com diversas restrições pelo mundo, a entidade resolveu esticar o congelamento dos pontos até agosto, quando o circuito foi retomado em 2020, mas desta vez de forma parcial.

Agora, os resultados obtidos entre 4 de março e 5 de agosto de 2019, período do ano que não teve torneios em 2020, serão considerados por mais 52 semanas, mas dando apenas a metade dos pontos. A ideia é que os jogadores tentem defender ou melhorar em 2021 a pontuação obtida nesse período de 2019. Mas quem não conseguir poderá manter metade dos pontos de dois anos atrás. O ranking vai considerar a melhor pontuação entre essas duas campanhas.

Os resultados dos eventos reprogramados para este período de 2020, mas que acabaram sendo disputados em outras datas (Kitzbuhel, Hamburgo, Roma e Roland Garros) também serão incluídos por 52 semanas adicionais contando apenas 50%.

Esta decisão veio para tentar achar um meio termo entre os atletas que precisarão defender os pontos em uma época complicada de pandemia e os que lutam para subir no ranking com bons resultados na atual temporada. Com a mudança o ranking da ATP só voltará 100% ao normal, somando apenas as últimas 52 semanas, em 15 de agosto de 2022.

A corrida para o ATP Finals e para o Next Gen Finals não vai mudar e segue contando apenas os resultados obtidos em 2021.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio