Notícias | Dia a dia
Anisimova sofre acidente e desiste de Doha
02/03/2021 às 16h05

Anisimova já não havia disputado o Australian Open por causa da Covid-19

Foto: Arquivo

Doha (Qatar) - O início de temporada de Amanda Anisimova está sendo marcado pela falta de sorte. Depois de ser diagnosticada com a Covid-19 ainda em janeiro e ficar fora das disputas do WTA 500 de Abu Dhabi e também do Australian Open, a norte-americana de 19 anos também não pôde atuar no WTA 500 de Doha. Ela afirma ter sofrido um acidente e que, por isso, acabou lesionando o tornozelo.

"É difícil contar essa notícia, mas eu sofri uma queda há alguns dias e acabei machucando o meu tornozelo. Foi um acidente não relacionado ao tênis", escreveu Anisimova, em seu perfil no Twitter. "Por sorte, não é nada grave. Mas estou desapontada por perder outro torneio".

"O começo de temporada não está sendo fácil e estou muito impaciente para voltar a quadra. Espero jogar o WTA 1000 de Dubai", acrescentou a atual 32ª do ranking. Ela só atuou em um torneio este ano, um ITF W25k disputado na Flórida no final de fevereiro, e caiu nas oitavas de final.

A vaga de Anisimova na chave de Doha ficou com a japonesa Misaki Doi, que aproveitou bem a chance. A tenista de 29 anos e 83ª do ranking venceu a chinesa Saisai Zheng por 6/4 e 6/3. Dessa forma, Doi enfrentará a ucraniana Elina Svitolina, principal cabeça de chave do torneio e número 5 do mundo.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva