Notícias | Dia a dia
ATP busca nova fórmula para pontuação congelada
02/03/2021 às 15h39

Buenos Aires (Argentina) - O congelamento dos pontos tem dado um trabalho extra para os tenistas que buscam subir no ranking, como o argentino Juan Manuel Cerundolo, que mesmo com o título do ATP 250 de Córdoba não conseguiu subir além do que o 181º lugar. Em entrevista ao jornal argentino Olé, o top 10 Diego Schwartzman contou que a ATP estuda corrigir as regras deste congelamento.

“Acho que vão dar um passo atrás. Estão tentando bolar uma nova fórmula, um novo descongelamento de pontos. Estão conversando com vários jogadores, trocando ideias entre eles para, aos poucos, tentar chegar a um meio termo, porque não vai ser um ano fácil devido a viagens, protocolos, etc”, afirmou o argentino, principal favorito ao título no ATP 250 de Buenos Aires.

“Eu não acho correto voltar ao sistema de pontos normal em março. Aos poucos os pontos têm que ser descongelados para que aqueles que estão em uma classificação baixa possam subir. Uma solução comum deve ser encontrada depois de março”, afirmou Schwartzman, destacando a dificuldade de subir no ranking se os jogadores do topo não perdem os pontos que têm.

A forma de somar os pontos normalmente leva em conta apenas os resultados das últimas 52 semanas, mas com a pandemia e a paralisação do circuito no ano passado, a ATP alterou a fórmula e congelou boa parte da pontuação, que só a partir de março é que começará a voltar ao normal, com os tenistas voltando a ter que defender os pontos conquistados.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva