Notícias | Dia a dia
Murray luta por 2h30 e anota importante virada
01/03/2021 às 18h26

Murray fez seis games seguidos na reta final da partida para superar Haase

Foto: Divulgação

Roterdã (Holanda) - Uma semana depois de ter caído na estreia em Montpellier, Andy Murray deu sinais de evolução e conseguiu uma importante vitória de virada pelo ATP 500 de Roterdã. O britânico precisou lutar por 2h30 para superar o holandês Robin Haase, ex-top 40 e atual 193º do ranking, por 2/6, 7/6 (7-2) e 6/3 para avançar na competição em quadras duras e cobertas.

Campeão do torneio ainda em 2009 e ex-número 1 do mundo, Murray está com 33 anos e ocupa o 123º lugar do ranking da ATP. O britânico já passou por duas cirurgias no quadril e, desde então, só conseguiu vencer mais um torneio da ATP, no fim de 2019 na Bélgica. Ele iniciou iniciou a temporada jogando o challenger de Biella, na Itália, onde foi finalista.

Murray não vencia uma partida de nível ATP desde o US Open do ano passado, quando superou o japonês Yoshihito Nishioka em uma batalha de cinco sets. Seu próximo adversário em Roterdã pode ser o russo Andrey Rublev, número 8 do mundo e cabeça 4 do torneio, que estreia contra o norte-americano vindo do quali e 80º do ranking Marcos Giron.

Britânico foi dominado no 1º set e não teve break points no 2º
Murray começou a partida com um bom game de saque e logo colocou pressão sobre Haase para criar dois break points. Mas o britânico não aproveitou as chances criadas e viu Haase dominar o primeiro set. O holandês conseguiu duas quebras e venceu cinco games seguidos para fechar a parcial. Haase fez 11 a 6 em winners e cometeu apenas 7 erros contra 10 de Murray.

O segundo set seguiu inteiramente sem quebras, sendo que Murray precisou salvar dois break points no oitavo game e não conseguiu ameaçar o serviço do adversário em nenhum momento. Mas no tiebreak, o britânico foi firme no saque e conseguiu dois pontos importantes nas devoluções. Com um jogo mais efetivo do fundo de quadra, o ex-líder do ranking fez 16 a 12 em winners e cometeu 10 erros contra 8 do rival.

Murray terminou o jogo vencendo seis games seguidos

Haase abriu 3/0 no início do terceiro set, aproveitando-se de alguns erros não-forçados de Murray. Apesar de já atuar em um nível muito melhor em comparação com o do set inicial, o britânico não escondia a frustração pelas oportunidades perdidas. O ex-número 1 do mundo conseguiu devolver a quebra no quinto game e foi advertido por demorar para sacar no game seguinte. Ainda assim, confirmou o serviço e buscou o empate por 3/3.

O que se viu nos três últimos games foi um Murray cada vez mais consistente tanto nas devoluções quanto nas trocas de fundo. O britânico suportava cada vez melhor os ralis mais longos e também encaixou um ótimo game de saque. Com duas novas quebras, terminou a partida fazendo seis games seguidos. Haase liderou a estatística de winners por 34 a 33 e cometeu 29 erros não-forçados, um a menos que Murray.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva