Notícias | Dia a dia
Agente afirma que físico tirou Rafa de Acapulco
28/02/2021 às 11h39

Madri (Espanha) - Um dia após o diretor do ATP 500 de Acapulco afirmar que o espanhol Rafael Nadal só não foi competir no torneio em 2021 porque o torneio não teve dinheiro suficiente para negociar o cachê do atual número 2 do mundo, o agente do canhoto de Mallorca saiu em defesa de Rafa e garantiu que sua ausência se deu apenas por questões físicas.

“Rafa decidiu não competir em Acapulco por questões meramente físicas, de calendário e para evitar uma viagem longa tendo em conta as circunstâncias da pandemia que enfrentamos. Ele voltou a sentir o problema nas costas e foi aconselhado a não competir”, afirmou Carlos Costa, o agente do tenista espanhol.

“Vamos ver se será possível ir a Miami, mas o calendário está nesta altura totalmente dependente da recuperação da lesão”, complementou o agente de Nadal. O próprio tenista também se pronunciou sobre o assunto nas redes sociais e lamentou não poder competir no torneio mexicano, culpando o problema nas costas, mas disse que pretende retornar em 2022.

Curiosamente, o diretor do torneio Raul Zurutuza resolveu mudar o discurso e agora contou que a Nadal não competirá em Acapulco neste ano por causa das questões físicas. “Quero ser bem claro sobre a questão de Rafa, que não virá jogar o ATP de Acapulco unicamente por causa de sua lesão nas costas. Nós lhe desejamos sua pronta recuperação”, escreveu o dirigente.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva