Notícias | Dia a dia
Monteiro sente o desgaste físico e cai nas quartas
26/02/2021 às 17h24

Monteiro disputou seu 12º jogo na temporada e tenta se recuperar a tempo para Buenos Aires

Foto: Divulgação

Córdoba (Argentina) - Depois de ter vencido seus dois primeiros jogos pelo ATP 250 de Córdoba, Thiago Monteiro encerrou sua participação no torneio nesta sexta-feira. O número 1 do Brasil e 74º do ranking foi eliminado nas quartas de final pelo argentino vindo do quali Juan Manuel Cerundolo, jovem de 19 anos e apenas 335º colocado no ranking. Em partida com 2h16 de duração, Monteiro sentiu o desgaste físico, precisou de atendimento para a coxa direita, e perdeu a disputa por 6/2, 2/6 e 6/3.

O jogo desta sexta-feira foi o 12º na temporada para Monteiro, que tem oito vitórias e quatro derrotas no circuito em 2021. O destaque fica para a semifinal do Great Ocean Road Open, um dos dois ATP 250 que o Melbourne Park recebeu na semana anterior à do Australian Open. Ele poderia ter alcançado sua terceira semifinal de ATP da carreira e a segunda do ano. Agora, o cearense de 26 anos tenta se recuperar a tempo para o ATP de Buenos Aires, que começa na próxima segunda-feira.

Já Cerundolo deu continuidade à sua incrível campanha no torneio e já se torna o argentino mais jovem em uma semifinal de ATP desde Juan Martin del Potro em 2007. Durante a semana, ele já venceu outros dois brasileiros, o mineiro João Menezes ainda no quali e o paranaense Thiago Wild na primeira rodada da chave principal. O jovem argentino também já derrotou o sérvio Miomir Kecmanovic, cabeça 3 do torneio e número 41 do mundo. Seu próximo rival virá do jogo entre o argentino Federico Coria e o francês Benoit Paire.

Partida teve muitas trocas longas do fundo de quadra
Monteiro começou a partida com dificuldades para lidar com as frequentes trocas longas do fundo de quadra com Cerundolo. O argentino se posicionava bem distante da linha de base e prolongava ao máximo os ralis, contando muitas vezes com erros não-forçados do brasileiro. Apesar de o atleta da casa não forçar tanto o saque, preferindo colocar a bola em quadra, ele confirmava seus games de saque com mais tranquilidade que Monteiro e terminou o primeiro set com duas quebras e enfrentando apenas um break point.

A partir do segundo set, Monteiro encontrou meios de ser mais efetivo nas devoluções e assim ele já conseguiu uma quebra para abrir 2/0. Ainda com dificuldades para manter seus serviços com mais tranquilidade, o brasileiro buscou soluções e tentou até mesmo um saque por baixo, aproveitando-se do fato de o argentino estar muito atrás da linha. A estratégia quase rendeu um ponto, mas Monteiro cometeu um erro na tentativa de fazer uma passada de backhand na paralela.

Ainda assim, o brasileiro conseguiu abrir boa vantagem. Cerundolo precisou de atendimento para tratar de bolhas na mão e jogou apressado durante alguns games. Monteiro conseguiu uma nova quebra e abriu 5/0. O número 1 do Brasil foi quebrado na hora de sacar para fechar, cometendo três duplas faltas no mesmo game, mas sua margem no placar era suficientemente confortável.

Mas apesar da reação no placar, a situação física de Monteiro ficou bastante comprometida a partir do terceiro set. O cearense precisou de atendimento do fisioterapeuta para tratar de um incômodo na coxa e tentava encurtar os pontos. Seu principal trunfo era o saque.

Cerundolo conseguiu uma quebra cedo e soube administrar a vantagem atuando de forma inteligente. Além dos pontos longos, o argentino tentava acelerar algumas bolas para abrir ângulos e tentava trazer Monteiro à rede em alguns momentos. O brasileiro teve chances para devolver a quebra no oitavo game e não aproveitou e o argentino voltaria a quebrar na sequência para consolidar a vitória.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva