Notícias | Dia a dia
Diretor do AO: 'Djoko apenas tenta ajudar os outros'
26/02/2021 às 11h07

Melbourne (Austrália) - Duramente criticado pela mídia australiana durante sua presença no país para a disputa do primeiro Grand Slam da temporada, o sérvio Novak Djokovic deixou tudo isso de lado e levantou a taça do Australian Open pela nona vez. O principal ponto de conflito foi a suposta reinvindicação do número 1 do mundo exigindo condições melhores aos colegas tenistas.

Diretor do Australian Open, Craig Tiley garante que na verdade não houve nenhuma carta, muito menos exigências, e foi simplesmente um diálogo que foi mal representado pela imprensa. “Nos bastidores, ele me enviou uma mensagem no WhatsApp quando eles estavam em Adelaide fazendo seu programa de quarentena”, disse Tiley ao 3AW Sportsday.

“Ele deu um monte de sugestões para tentar ajudar os 72 atletas que estavam em isolamento total. Metade não era prática e não seria permitida e a outra metade era possível. Então descobri que alguém de sua própria equipe ou alguém da ATP vazou a informação e então ficou parecendo que enviou uma lista de demandas, o que era uma crítica injusta”, complementou o dirigente.

Tiley contou que as conversas com Djokovic nos bastidores sempre foram muito boas. “Devo admitir que este ano foi o que tivemos as melhores conversas, embora tenha sido um momento estressante e ele estivesse levando muitos golpes das pessoas. Acho que de várias maneiras ele apenas tenta ajudar os outros e às vezes simplesmente não acerta o momento certo para fazer isso. No final do dia, é um atleta notável.”

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva