Notícias | Dia a dia
Wild cai para jovem argentino na estreia em Córdoba
23/02/2021 às 19h13

Wild tem apenas três vitórias na temporada, conquistadas em challengers

Foto: Arquivo

Córdoba (Argentina) - A estreia no ATP 250 de Córdoba não foi boa para Thiago Wild. Apesar do favoritismo contra o jovem argentino de 19 anos e 335º do ranking Juan Manuel Cerundolo, o número 2 do Brasil não passou da primeira fase. Wild, 119º colocado, perdeu por 7/5 e 7/6 (7-3) em 1h41 de partida nesta terça-feira. Já Cerundolo agora enfrenta o sérvio Miomir Kecmanovic.

Na atual temporada, Wild tem três vitórias e quatro derrotas em challengers, e fez seu primeiro jogo de ATP. O paranaense de 20 anos também jogou o quali do Australian Open e caiu na estreia. Seu próximo compromisso será o qualificatório para o ATP 250 de Buenos Aires, que acontece durante o final de semana.

Curiosamente, foi a segunda derrota seguida de Wild para um integrante da família Cerundolo. Na última sexta-feira, ele perdeu para o irmão mais velho, Francisco Cerundolo, de 22 anos, pelas quartas de final do challenger de Concepción.

Algoz de Wild nesta terça-feira, o canhoto Juan Manuel Cerundolo chegou a ser número 9 do ranking mundial juvenil e ainda dá os primeiros passos no tênis profissional. O jogador de 19 anos veio do quali em Córdoba e conseguiu sua primeira vitória em torneios da ATP. Antes desse evento, só havia jogado um quali de ATP em Buenos Aires no ano passado. Até mesmo em challengers, seu histórico é pequeno, com sete vitórias e sete derrotas.

Wild teve dificuldade com as trocas longas
Apesar de ter conseguido uma quebra logo no game de abertura, Wild teve dificuldade para lidar com o jogo firme do fundo de quadra e de trocas longas do argentino, que jogava bem distante da linha de base. Cerundolo chegou a vencer três games seguidos e passou a sacar muito bem até o fim do primeiro set. Quando perdia por 6/5, Wild teve um game longo no saque e cometeu uma dupla-falta que permitiu ao rival chegar ao set point. Na sequência, cometeu um erro com o forehand e acabou perdendo o set. Ele também foi advertido pelo árbitro por abuso de bola.

O segundo set seguiu inteiramente sem quebras, sendo que Cerundolo não enfrentou break points e cedeu apenas sete pontos em seus games de serviço, enquanto Wild teve o saque ameaçado em duas oportunidades. O argentino já mostrava um jogo um pouco mais agressivo na parcial. Durante o tiebreak, Cerundolo venceu uma importante disputa na rede e aplicou uma passada em Wild para chegar a 3/1. Além disso, o brasileiro vinha errando devoluções que custavam caro em sua oportunidade de reagir no placar. No último ponto da partida, o argentino sustentou mais uma troca longa e fechou o jogo.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva