Notícias | Dia a dia
Kasatkina busca a virada e encerra jejum de títulos
19/02/2021 às 09h03

Kasatkina comemorou seu terceiro título no circuito, o primeiro desde 2018

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - O incômodo jejum de títulos de Daria Kasatkina chegou ao fim nesta sexta-feira. A ainda jovem russa de 23 anos e ex-top 10 no ranking venceu o Phillip Island Trophy, torneio WTA 250 disputado ao longo da semana no Melbourne Park. A final contra a tcheca Marie Bouzkova, número 50 do mundo, foi equilibrada, mas terminou com vitória da russa por 4/6, 6/2 e 6/2 em 2h06 de partida.

Kasatkina comemora o terceiro título de WTA da carreira, somando-se às conquistas de nível 500 nos torneios de Charleston em 2017 e Moscou no fim de 2018. Ela também já disputou outras três finais no circuito, com destaque para o vice-campeonato de Indian Wells para Naomi Osaka há três anos.

Reconhecida pela técnica apurada e pela capacidade de improviso em suas jogadas de fundo, Kasatkina chegou muito jovem ao top 10 ainda no final de 2018, ano em que disputou três finais e alcançou as quartas de final de Roland Garros e Wimbledon. No entanto, a russa não repetiu os mesmos resultados nos últimos dois anos, com poucas vitórias no circuito e queda para o atual 75º lugar do ranking.

"Sinto como se eu tivesse tirado uma mochila cheia de pedras dos meus ombros", disse Kasatkina ao ser perguntada sobre o fim do jejum de títulos. "Eu estava sofrendo com muitas coisas, e não apenas com o meu jogo. Mentalmente, eu estava tendo problemas, como se não estivesse confiante em mim mesma".

"Eu estava perdendo partidas e tudo estava indo como uma bola de neve. As coisas estavam apenas piorando", revelou a russa, que venceu seis jogos nesta semana. Ela superou Katie Boulter, Varvara Gracheva, Anastasia Pavlyuchenkova, Petra Martic e Danielle Collins antes da final contra Bouzkova. "Levei muito tempo para reconstruir meu jogo e recuperar minha confiança. Finalmente estou me sentindo bem".

Russa começou o jogo com dificuldade para sacar
No início do jogo, Kasatkina encontrou dificuldades para sacar. Tanto que ela não conseguiu confirmar nenhum de seus quatro games de serviço durante o primeiro set. A russa só evitou o 'pneu' porque conseguiu quebrar duas vezes o saque de sua adversária.

Mas depois de perder o set inicial, a ex-top 10 já teve maior controle das ações. Ela colocou 84% de primeiros serviços em quadra e cedeu apenas três pontos no saque durante a parcial seguinte. Com um jogo sólido do fundo, conseguiu duas quebras e empatou a partida.

Bouzkova, que vinha de uma vitória muito difícil contra a top 10 Bianca Andreescu na semifinal, sentiu o desgaste no terceiro set e já não mantinha o mesmo nível. Rapidamente Kasatkina abriu 3/0 com duas quebras. E mesmo perdendo um game de saque, ela não teve a vantagem ameaçada. A russa fez 35 a 31 em winners e cometeu 25 erros contra 39 da rival.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva