Notícias | Dia a dia | Australian Open
Algoz de Barty, Muchova explica mal estar no 1º set
17/02/2021 às 14h56

Muchova revelou que estava quase desmaiando em quadra e que precisava pedir ajuda

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - Responsável por eliminar a número 1 do mundo Ashleigh Barty nas quartas de final do Australian Open, Karolina Muchova passou por um drama no início da partida desta quarta-feira. A tcheca de 24 anos e 25ª do ranking sentiu um mal estar na quadra e precisou de atendimento médico durante o segundo set. A partida chegou a ser paralisada por nove minutos e, na volta, ela conseguiu a vitória de virada.

"Comecei a me sentir um pouco perdida no final do primeiro set. Ash estava jogando muito bem, quase sem erros, foi muito difícil. E eu estava um pouco tonta na quadra, e minha cabeça estava girando, disse Muchova após a vitória por 1/6, 6/3 e 6/2 contra Barty. A tcheca explicou sobre como o foi o procedimento junto à equipe médica do torneio.

"Acho que foi um pouco pelo calor. Eu estava me sentindo um pouco tonta, quase desmaiando. Então, eu apenas pedi ajuda. Eles checaram minha pressão arterial, minha temperatura, e eu ainda estava meio perdida, e eles me resfriaram com gelo e isso me ajudou", explicou a tcheca.

Leia mais: Barty aceita derrota e até defende algoz de polêmica

Muchova também destacou uma mudança tática na partida e passou a encurtar mais os pontos. Ela venceu doze dos últimos 15 games disputados na partida. "Tentei joguei ralis um pouco mais rápidos, e não jogamos pontos tão longos como no primeiro set e funcionou bem".

Esta é sua primeira semifinal de Slam na carreira de Muchova. Antes disso, havia chegado às quartas em Wimbledon em 2019. Em sua campanha no torneio, ela também eliminou nomes como Jelena Ostapenko, Karolina Pliskova e Elise Mertens. "Quando eu era criança e ganhei meu primeiro notebook, coloquei como papel de parede o uma foto da Rod Laver Arena. Eu só esperava que um dia fosse boa para jogar aqui. Agora, sim, acabei de ganhar uma partida e chegar às semifinais. É incrível".

Em busca de uma vaga na final, a tcheca enfrenta a norte-americana Jennifer Brady, 24ª colocada. Ela venceu o único duelo anterior e sabe o que esperar "Ela é uma jogadora muito boa, com golpes muito grandes e rápidos. Então será uma batalha difícil", disse Muchova. Acho que vou ter que jogar meu melhor tênis contra ela, porque ela está realmente jogando partidas incríveis".

Comentários