Notícias | Dia a dia | Australian Open
Tsitsipas busca rara virada e derruba Nadal em 5 sets
17/02/2021 às 09h52

Tsitsipas é apenas o terceiro jogador a virar um jogo contra Nadal depois de perder os dois primeiros sets

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - A busca de Stefanos Tsitsipas por um título inédito de Grand Slam continua neste Australian Open. O jovem grego de 22 anos e número 6 do mundo anotou uma impressionante virada nesta quarta-feira para garantir vaga na semifinal em Melbourne pela segunda vez na carreira. Depois de começar atrás no placar, Tsitsipas derrubou o número 2 do mundo Rafael Nadal em uma batalha de cinco sets, com parciais de 3/6, 2/6, 7/6 (7-4), 6/4 e 7/5 em 4h03 de partida.

Esta foi apenas a segunda vitória de Tsitsipas em oito jogos contra Nadal, sendo a primeira em piso duro. Na outra vez que ele havia vencido o espanhol, o confronto aconteceu no saibro de Madri em 2019. Esta é a terceira semifinal de Grand Slam na carreira do grego, que já havia parado na penúltima rodada em Melbourne há dois anos e também na semi de Roland Garros na última temporada.

O próximo adversário de Tsitsipas é o russo Daniil Medvedev. Além de ter que lutar contra outro histórico negativo, já que só venceu uma vez em cinco confrontos, o grego tem a missão de acabar com incrível sequência de vitórias do rival. Medvedev está invicto há 19 jogos, em série iniciada ainda no final do ano passado. Nesse período, o russo foi campeão do Masters 1000 de Paris, do ATP Finals, e ajudou seu país a vencer a ATP Cup no início da temporada.

Nadal sofreu apenas a terceira virada após 2 a 0

Em sua vitoriosa carreira, Nadal sofreu apenas sua terceira virada depois de abrir 2 sets a 0 de vantagem. A primeira havia acontecido no Masters de Miami em 2005 para Roger Federer, numa época em que as finais de torneios desse porte eram em melhor de cinco sets. A segunda virada foi para Fabio Fognini no US Open de 2015. Em outras 243 ocasiões, ele sustentou a vantagem. Já Tsitsipas só havia conseguido uma virada vindo de dois sets abaixo, contra o espanhol Jaume Munar no saibro de Roland Garros no ano passado.

Espanhol adia o sonho do 21º Slam e quase igualou outro recorde
Veterano de 34 anos e campeão do torneio em 2009, Nadal adia o sonho do 21° título de Grand Slam, o que faria dele o recordista isolado em número de conquistas, superando o rival Roger Federer, que já está com 39 anos. Apesar de ter sofrido com dores nas costas no início de sua caminhada em Melbourne, o espanhol vinha jogando em alto nível e não havia perdido sets em seus cinco jogos anteriores.

A derrota de virada também fez que Nadal encerrasse uma incrível sequência de 35 sets seguidos em Grand Slam, que começou na campanha para seu 13º título de Roland Garros, excepcionalmente disputado no fim do ano passado. Com isso, ele ficou a um set de igualar outro recorde de Federer, o de 36 sets seguidos em Grand Slam entre 2006 e 2007.

Nadal começou o jogo perfeito nos break points
Tsitsipas começou bem na partida. O grego confirmou de zero seus dois primeiros games de serviço e só havia perdido dois pontos no saque até o empate por 3/3. Nadal, por sua vez, vinha encarando alguns games longos, apesar de não enfrentar break points e nem sinalizar desconforto para sacar, como havia acontecido nas fases iniciais do torneio. Bastou um game com duas ótimas devoluções do espanhol para que ele conseguisse sua primeira quebra na partida e definisse o set inicial. Os dois jogadores fizeram sete winners, mas Nadal cometeu apenas cinco erros contra 12 de Tsitsipas.

A vantagem do espanhol aumentou com uma quebra logo no início da segunda parcial. E mesmo com apenas 46% de primeiros serviços em quadra, Nadal não foi ameaçado em nenhum momento. Ele cedeu apenas três pontos em seus games de saque durante todo o set e ainda conseguiria uma nova quebra para ampliar a tranquila vantagem no marcador. Até aquele momento, o número 2 do mundo havia criado três break points na partida e aproveitado todos eles. Nadal liderou a estatística de winners por 11 a 6 e novamente terminou uma parcial com só cinco erros diante de oito do grego.

Terceiro set com domínio dos sacadores
Os sacadores dominavam o terceiro set da partida, mas apesar de o grego ter elevado seu nível de tênis, Nadal estava implacável no saque e não dava chances. O espanhol confirmou cinco de seus seis games de serviço sem perder pontos, cedendo apenas um no total. Apesar de não ter a mesma perfeição em seu serviço, Tsitsipas também vinha confirmando seus games sem enfrentar chances de quebra e com apenas três pontos perdidos. 

Logo no primeiro ponto do tiebreak, Tsitsipas acabou perdendo o saque ao jogar um backhand para fora, mas Nadal perdeu a vantagem no ponto seguinte, ao errar um smash. O espanhol não foi bem no tiebreak e voltaria a cometer erros não-forçados, inclusive em outro smash, e acabou perdendo um set pela primeira vez na competição. O número de erros do espanhol aumentou, foram 11 na parcial contra apenas 4 de Tsitipas. Ainda assim, Nadal fez 14 a 9 em winners. 

Pressão sobre o saque de Nadal no 4º set
Diferente do que havia acontecido na parcial anterior, quando não teve o saque ameaçado em nenhum momento, Nadal começou o quarto set tendo que salvar um break point. O espanhol voltaria a ter o serviço ameaçado em outras duas oportunidades até o empate por 3/3. Já Tsitsipas mantinha o mesmo nível do terceiro set, confirmando seus games de serviço de forma bastante tranquila.

As oscilações do número 2 do mundo continuavam na reta final do set. Com 4/4, Nadal encarou um game longo no saque e não conseguia fechar o set, até que o grego conseguisse a quebra. Tsitsipas sacou bem para o set e empatou a partida. Nadal terminou o set com 14 winners e 14 erros não-forçados, enquanto Tsitsipas anotou nove bolas vencedoras, mas só deu seis pontos de graça.

Erros de devolução custaram caro ao espanhol
O quinto set teve um andamento mais parecido com o da terceira parcial, já que os sacadores vinham confirmando seus games sem enfrentar break points. Nadal não vinha bem nas devoluções e dava muitos pontos de graça para Tsitsipas. Com o placar empatado por 5/5, Nadal colocou poucos primeiros serviços em quadra e cometeu muitos erros nas devoluções para ter o serviço quebrado.

Sacando para o jogo, o grego começou mal o game e encarou um 0-30, mas venceu três pontos seguidos, com direito a um ace para chegar ao primeiro match point. Não faltou empenho a Nadal que conseguiu salvar dois match points, um em rali longo e outro com winner de devolução. Mas as oscilações custavam caro ao espanhol, que chegou a ter um break point e não aproveitou. Pouco depois, Tsitsipas encaixou ótimos saques e venceu a partida.  

Tsitsipas terminou o jogo com número maior de aces, 17 a 15, enquanto Nadal liderou nos winners por 58 a 49. O espanhol cometeu 42 erros não-forçados contra 38 do grego.

Comentários