Notícias | Dia a dia
Murray perde para Marchenko e fica com vice na Itália
14/02/2021 às 14h55

Britânico disputou cinco jogos nos últimos seis dias pelo torneio italiano

Foto: Arquivo

Biella (Itália) - Depois de ter vencido quatro jogos ao longo da semana, Andy Murray foi superado na final do challenger de Biella, na Itália, e ficou com o vice-campeonato. O título do torneio em quadras duras e cobertas ficou com o ucraniano Illya Marchenko, ex-top 50 e atual 212º do ranking, que venceu o jogo por 6/2 e 6/4 e conquistou o oitavo challenger da carreira aos 33 anos.

Convidado para o torneio italiano, Murray foi o principal cabeça de chave da competição. O ex-número 1 do mundo aparece atualmente no 125º lugar do ranking. Pela campanha, recebe 48 pontos na ATP. O ranking só será atualizado depois do Australian Open. Como ele também está inscrito em outro challenger na mesma cidade, mas com chave mais forte, na semana que vem, pode evoluir ainda mais, tentando voltar ao top 100.

Britânico disputou cinco jogos em seis dias
Murray teve altos e baixos nas três primeiras rodadas, em que superou o alemão Maximilian Marterer, o italiano Gian Marco Moroni e o esloveno Blaz Rola. Já na semifinal do último sábado fez sua melhor partida na semana e atuou de forma consistente na vitória sobre o francês Mathias Bourgue.

Recuperado de duas cirurgias no quadril, Murray disputou cinco jogos em seis dias. Ele só havia tido uma sequência parecida nos últimos anos na campanha para o título do ATP 250 da Antuérpia no fim de 2019. Em nenhuma das partidas, o britânico precisou de atendimento médico, o que é um ótimo sinal para a sequência da temporada.

Ucraniano não enfrentou break points

Marchenko conseguiu uma quebra de serviço logo cedo e dominou o primeiro set. O ucraniano se aproveitou do fato de Murray ter colocado poucos primeiros serviços em quadra e foi agressivo nas devoluções. Além disso, o britânico também não era eficiente do fundo, com alguns golpes sem peso e que ofereciam ao rival a possibilidade de definir os pontos. Marchenko voltaria a quebrar para fazer 5/1, enquanto o britânico até salvou um set point no saque, mas não evitou a perda da parcial no game seguinte.

Apesar de o segundo set ter sido mais equilibrado, Murray esteve o tempo todo atrás no placar. Ele teve o serviço quebrado logo no game de abertura e não criou break points para igualar a disputa. Na reta final do set, o britânico conseguiu enfim confirmar seus games de serviço com maior tranquilidade, mas seguia sem encontrar meios de pressionar o serviço do adversário. Apesar da luta do ex-número 1, que salvou dois match points, Marchenko definiu a vitória na terceira chance que teve.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva