Notícias | Dia a dia
Convidada sem ranking derruba Kenin no WTA 250
14/02/2021 às 11h37

Olivia Gadecki, de 18 anos, não tem ranking profissional, mas conseguiu vencer a número 4 do mundo

Foto: Divulgação

Melboure (Austrália) - A viagem de Sofia Kenin para Melbourne na tentativa de defender o título do Australian Open terminou de forma decepcionante. Depois de ter sido eliminada ainda na segunda rodada do Grand Slam australiano, a número 4 do mundo entrou na disputa do Phillip Island Trophy, torneio WTA 250 que o Melbourne Park recebe nesta semana. Mas o resultado não poderia ser pior. Ainda sem confiança, Kenin perdeu na estreia para a convidada de 18 anos Olivia Gadecki, que não tem ranking profissional de simples e é apenas 727ª colocada nas duplas, com parciais de 2/6, 7/6 (7-4) e 6/4 em 2h21 de partida.

Gadecki chegou a ser 86ª do ranking mundial juvenil, mas já não tem mais idade para atuar na categoria a partir desta temporada. Sua transição no circuito ainda é muito incipiente e ela sequer tem títulos de ITF W15, o menor nível do tênis profissional. Ela nunca havia enfrentado uma adversária do top 200. No entanto, vem aproveitando muito bem o convite em um torneio de primeira linha, já que havia estreado com vitória sobre a também australiana Destanee Aiava no último sábado, antes de superar Kenin.

"Para ser honesta, ainda estou tentando processar como me sinto agora. Assim que o jogo acabou, fiquei tão feliz que até comecei a chorar. Nunca me senti assim antes", disse Gadecki, que agora espera pela vencedora entre a belga Greet Minnen e a sueca Rebecca Peterson. Com 12 aces e 44 winners, a australiana admitiu que os detalhes de sua atuação ficam "confusos" na sua cabeça. "Vou ter que assistir a partida de novo para ver como joguei. Só sei que no 3/2 eu pensei, não tenho nada a perder aqui, só vou tentar jogar bem".

Australiana teve a ajuda de Barty na pré-temporada
A jovem australiana também agradeceu à número 1 do mundo Ashleigh Barty, que a ajudou durante a pré-temporada. "Tive a sorte de ter a Ash treinando em Brisbane, porque tive a oportunidade de fazer a pré-temporada com ela. Eu não teria sido capaz de fazer o que fiz hoje sem toda a sua ajuda, tempo e esforço".

A última vez que um jogadora tão jovem e sem ranking derrotou uma top 10 foi em 1997, quando a croata Mirjana Lucic tinha 15 anos e recebeu um mimo para um torneio da WTA na cidade de Bol, em seu país, e conseguiu vencer a favorita norte-americana Amanda Coetzer.

Andreescu estreia nesta segunda-feira
O torneio WTA 250 desta semana ainda conta com mais uma top 10, a oitava do ranking Bianca Andereescu. A canadense de 20 anos está voltando ao circuito depois de uma grave lesão no joelho e disputa apenas seu segundo torneio desde 2019. A estreia será na madrugada desta segunda-feira contra a norte-americana Madison Brengle, que fez 6/3 e 6/4 na chinesa Yafan Wang.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva