Notícias | Dia a dia | Australian Open
Fritz: 'No 5º set, o Djokovic já estava bom de novo'
12/02/2021 às 16h05

Fritz questionou sobre a real condição física de Djokovic após a partida

Foto: Peter Staples/ATP Tour

Melbourne (Austrália) - Superado por Novak Djokovic em uma batalha de cinco sets na terceira rodada do Australian Open, Taylor Fritz questionou a condição física do sérvio. Isso porque, na opinião dele, Djokovic jogou muito bem no quinto set e não parecia tão incomodado pela lesão muscular, como havia acontecido na terceira e na quarta parcial da partida desta sexta-feira.

"No quinto set, ele parecia muito bem. Tenho de dar crédito pelo que ele jogou no set. Ele foi muito bem. Não parecia nada com o que ele fez no terceiro e no quarto set. Ele estava sacando de forma inacreditável e quase não errava", disse Fritz após a derrota por 7/6 (7-1), 6/4, 3/6, 4/6 e 6/2 em 3h25 de partida.

"Se ele estivesse muito machucado, não teria continuado jogando. Ele parecia que estava mal no 3º e no 4º set, não parecia assim no quinto. Talvez ele tenha conseguido superar essa dor. Fico feliz por ele ter tido uma recuperação tão boa", questionou o jovem de 23 anos e 31º do ranking.

Sobre a possibilidade de Djokovic não entrar em quadra para enfrentar Milos Raonic nas oitavas, Frtiz afirmou: "Veremos o que acontece. Vamos ver se ele joga. Obviamente, ele não parecia muito bem no terceiro e quarto set. Ele estava se movendo bem e jogando bem no quinto. Se ele jogar como fez no quinto set, ele pode vencer praticamente qualquer um".

Sobrou até para o lockdown
Fritz se queixou até mesmo da medida tomada pela organização do torneio que esvaziou o estádio no meio do quarto set, quando o horário local já passava de 23h30. Isso porque o governo do estado de Victoria, onde fica Melbourne, decretou um rígido lockdown a partir das 23h59 e o torneio ficará sem público nos próximos cinco dias. "Para ser honesto, completamente honesto, é absolutamente ridículo que em uma partida de Grand Slam nós tenhamos que deixar a quadra por dez minutos no meio de um set. Isso não deveria acontecer em um Grand Slam.

Eu entendo o fato de que o estado de Victoria está decretando um lockdown e as pessoas tinham que ir para casa. Mas e for esse o caso, então não deveríamos ter jogado esta noite se eles sabiam que a partida não terminaria a tempo. Acho que não ter torcida no final me atrapalhou, porque eu sinto que eles estavam me apoiando. Mas, ainda sim, voltamos e eu ganhei aquele set. Não é como se tivesse acontecido grande coisa. Eu só acho que não são condições realmente adequadas para jogar uma terceira rodada de um Slam".

Comentários