Notícias | Dia a dia
Murray oscila, mas vence em dois sets e faz quartas
11/02/2021 às 15h29

Murray tem dois títulos de challenger em sua carreira profissional

Foto: Divulgação

Biella (Itália) - Depois de conseguir uma vitória de virada em sua partida de estreia no challenger de Biella, em quadras duras e cobertas, Andy Murray venceu seu segundo compromisso em sets diretos. Mesmo oscilando no fim da primeira parcial, o britânico confirmou o favoritismo diante do italiano Gian Marco Moroni, 234º do ranking, e marcou um duplo 6/4 após 1h50 de partida.

Convidado para o challenger italiano, Murray é o principal cabeça de chave do torneio. O ex-número 1 do mundo aparece atualmente no 125º lugar do ranking aos 33 anos. O evento surgiu como opção em seu calendário depois que ele não conseguiu liberação para viajar à Austrália, já que foi diagnosticado com Covid-19 às vésperas de embarcar para Melbourne e não teria tempo hábil para cumprir a quarentena obrigatória de 14 dias antes de estrear.

O próximo jogo de Murray em Biella será contra o esloveno Blaz Rola, canhoto de 30 anos e 159º do ranking. O britânico levou a melhor no único duelo anterior, disputado na grama de Wimbledon em 2014. Rola avançou na competição depois de superar o italiano Matteo Viola por 3/6, 7/5 e 6/4.

Veja como foi a segunda vitória de Murray no challenger

Murray começou a partida abrindo uma vantagem confortável, ao conquistar duas quebras para liderar o set inicial por 5/2. Naquele momento, o britânico ainda não havia enfrentado break points em todo o jogo. Mas aos poucos, o italiano vinha melhorando do fundo de quadra, exibindo um bom backhand de uma mão, e passou a dar mais trabalho ao britânico na reta final do set. Murray teve o serviço quebrado na primeira vez em que sacava para o set, mas a boa diferença construída no começo do jogo foi suficiente para que ele vencesse a parcial.

O segundo set foi mais equilibrado, mas Murray pressionava o saque do adversário com mais frequência. Enquanto o britânico enfrentou apenas um break point durante a parcial, Moroni teve que escapar de cinco chances de quebras em três games distintos. Na sexta oportunidade, já no penúltimo game do jogo, Murray finalmente conseguiu a quebra e depois fez um rápido game de saque para fechar o jogo.

Britânico jogou poucos challengers na carreira
O histórico de Murray em challengers é bem curto, com 26 vitórias e 13 derrotas, tendo conquistado dois títulos nos Estados Unidos ainda em 2005, nas quadras duras de Aptos e Binghamton. Recentemente, em 2019, voltando da segunda cirurgia no quadril, jogou um challenger nas quadras da Rafa Nadal Academy em Mallorca. Por conta dos problemas recorrentes no quadril, o britânico chegou a anunciar a aposentadoria há dois anos, mas conseguiu voltar às quadras e até ganhou um título no ATP 250 da Antuérpia no fim de 2019.

Comentários
Loja - camisetas
Torneio Teodózio